Sobre a UPT

A UPT pretende afirmar-se como um paradigma no ensino superior pela oferta interdisciplinar inovadora, aproveitando as sinergias dos seus departamentos. Numa Europa cuja preocupação é a formação ao longo da vida, a UPT assume-se como uma Universidade de pais e filhos, contribuindo para que Portugal se torne numa economia baseada no conhecimento, competitiva e dinâmica, com mais e melhores empregos e coesão social.

A UPT disponibiliza um amplo e moderno campus, inserido no pólo Universitário da Asprela, reconhecido pelo seu elevado grau de inovação tecnológica, numa aposta que tem como objectivo proporcionar aos estudantes que a frequentam um ensino de qualidade. Os vários laboratórios informáticos disponíveis 24h por dia, complementados por uma rede Wireless no campus, facilitam o acesso à informação, favorecendo o desenvolvimento pessoal e científico do estudante e potenciando o ensino centrado no estudante, passando este a ser o actor principal que constrói conhecimento e adquire competências. Pelo campus há diversas áreas que, para além da Biblioteca, convidam à reflexão e ao estudo, bem como ao convívio, como a Livraria, os foruns, cantina, bares, esplanadas interiores e exteriores e parques de estacionamento.

A Universidade Portucalense Infante D. Henrique é um estabelecimento de ensino superior cooperativo e de investigação científica cuja criação foi suportada legalmente através do Despacho n.º 122/86, de 28 de Junho sendo reconhecida a sua utilidade.

Em conformidade com esta determinação legal e sob a designação de Universidade Portucalense Infante D. Henrique, iniciou a 30 de Junho desse ano, as suas actividades e o início do funcionamento dos cursos em 16 de Outubro de 1986.

Esta instituição ministra diferentes cursos reconhecidos pela tutela, para o que conta com um corpo docente próprio habilitado e qualificado, distribuído por seis Departamentos: Arquitetura e Multimédia Gallaecia, Direito, Psicologia e Educação, Economia e Gestão, Ciência e Tecnologia e Turismo, Património e Cultura.

sobre_5

missão e estratégia

A universidade Portucalense ambiciona ser uma instituição global e reconhecida pela qualidade nas diferentes dimensões da sua atividade: investigação, ensino e transferência de conhecimento. Procura, para isso, dispor dos recursos humanos com as mais elevadas qualificações e visa um público-alvo não apenas português, mas de todas as partes do mundo.

A missão da Universidade Portucalense é a de contribuir para o progresso do saber e para o desenvolvimento humano, através da produção e da transmissão de conhecimento, assim como da prestação de outros serviços à comunidade.

Esta missão é prosseguida através de diversos objetivos:

  • Realização de investigação em busca da excelência, da criatividade e de soluções inovadoras para os grandes desafios da sociedade;
  • Promoção ou participação em eventos científicos de âmbito nacional ou internacional, a fim de potenciar a atividade de investigação;
  • Formação humana ao mais alto nível, nas suas dimensões científica, profissional, ética, cultural, e técnica;
  • Transferência de conhecimento para empresas, instituições públicas e outras organizações, e prestação de outros serviços à comunidade;
  • Realização de ações de formação contínua e promoção do empreendedorismo;
  • Intercâmbio cultural, científico e técnico com instituições e organismos nacionais e estrangeiros, através da mobilidade de estudantes, docentes e investigadores;
  • Realização de programas educacionais e de investigação em parceria com outras instituições, nacionais ou estrangeiras;
  • Cooperação estreita com os países de língua oficial portuguesa para a realização de programas comuns de formação, de desenvolvimento da investigação e da prestação de serviços.
  • Contribuição para o desenvolvimento social e económico da região em que se insere e para o conhecimento, defesa e divulgação do seu património cultural e natural.
  • Cooperação estreita com empresas, instituições públicas e outras organizações, para promover a empregabilidade dos seus diplomados.

 

A Universidade Portucalense pauta-se por um conjunto de valores académicos e humanos que definem a sua identidade e promovem a sua eficiência:

  • Liberdade intelectual, proporcionando um ambiente de criatividade e de inovação e propiciando a mudança e a adaptação;
  • Integridade académica, garantindo independência intelectual e moral ao ensino e à investigação;
  • Diversidade, promovendo uma consciência que valorize a tolerância, o respeito mútuo e a diferença;
  • Excelência, prosseguindo os mais elevados padrões de ensino e de investigação, com base num modelo de gestão orientado para a valorização do mérito;
  • Responsabilidade social, fomentando a consciência coletiva de compromisso com o bem-estar social nas suas dimensões social, ambiental e cultural;
  • Aprendizagem para a vida, promovendo o esforço individual e a valorização contínua;
  • Eficiência na gestão, através da avaliação permanente das atividades da universidade e das suas unidades e serviços. Cada membro da universidade é responsável pela melhoria contínua do Sistema de Gestão da Qualidade, tornando esta uma responsabilidade partilhada por todos.

 

Projeto educativo, científico e cultural

O projeto educativo, científico e cultural da Universidade Portucalense pretende compatibilizar a compreensão e o domínio dos instrumentos intelectuais das áreas do saber a que a universidade se dedica com uma atitude permanente de curiosidade intelectual, de criatividade, de inovação e de empreendedorismo. Estimula-se, por isso, a autonomia dos estudantes e a sua capacidade de resolução de problemas novos, preparando-os para o trabalho coletivo, para a tomada da iniciativa, para a convivência com o risco, para a criação empresarial e para a liderança em contexto global.

Este projeto realiza-se num quadro de referência internacional, com base na centralidade da investigação e da sua estreita articulação com o ensino, a transferência de conhecimento e a prestação de serviços diversos à comunidade. Da estratégia de internacionalização decorre que uma grande parte das atividades da universidade se realizará em língua inglesa.

A Universidade Portucalense privilegia em todas as suas atividades a cooperação com outras instituições, nacionais ou estrangeiras. As parcerias destinam-se a criar escala, gerar sinergias e aumentar a eficiência.

São as seguintes as áreas de competências que orientam a oferta formativa, a investigação, a transferência de conhecimento e a prestação de outros serviços à comunidade: Direito e Estudos de Jurisprudência; Relações Internacionais; Economia; Ciências Empresariais; Informática; Psicologia; Ciências da Educação; Cultura e Humanidades; Turismo; Hospitalidade.

A formação é organizada de modo a que, no 1.º ciclo, o estudante receba formação universitária em áreas mais amplas do saber, e a que, nos ciclos subsequentes, possa optar por formações mais específicas. Para esse efeito, a componente de investigação científica já existente no primeiro ciclo é reforçada no 2º ciclo, devendo o 3º ciclo desenvolver as capacidades de investigação dos estudantes, de forma a permitir-lhes contribuir com sucesso para o avanço do conhecimento científico.
 

A Universidade Portucalense assume-se como um centro de produção científica de excelência e criador de valor para a comunidade. A investigação pauta-se por uma cultura de rigor epistemológico e metodológico, de modo a contribuir para o avanço da fronteira do conhecimento. Partindo do estado atual da investigação científica, a universidade e as suas unidades de investigação, através do desempenho pessoal dos seus investigadores, participam ativamente no desenvolvimento de soluções epistemológicas e metodológicas inovadoras. No plano organizacional, é dada prioridade à investigação colaborativa em projetos e linhas de trabalho com investigadores e centros de investigação nacionais e estrangeiros, promovendo a interdisciplinaridade, a multidisciplinaridade e a globalização do conhecimento.

A universidade dedica-se à transferência de conhecimento e à prestação de serviços diversos à comunidade, colaborando ativamente com empresas, instituições públicas e outras organizações. Esta atividade assenta na interação entre oferta e procura.

Planos e Relatórios da Universidade

Voltar ao topo