Como chegar
|
Contactos
Perguntas
Frequentes

Fiscalidade 2019/2020

  • 4 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

No final do semestre, os alunos deverão ser capazes de:
1. Descrever os princípios gerais do sistema fiscal português.
2. Explicar a organização do sistema fiscal português.
3. Descrever a estrutura das receitas fiscais.
4. Adquirir conhecimento conceptual, normativo e aplicado dos seguintes impostos: IVA,IRC.

Pré-Requisitos Recomendados

Conhecimentos básicos de Contabilidade e Direito Fiscal.

Método de Ensino

É adotada uma metodologia mista, aplicando métodos expositivos, com recurso a ilustrações diretas na Internet, para a apresentação inicial das matérias, e métodos participativos de maneira a estimular a construção autónoma das aprendizagens. Privilegia-se a autodescoberta e a discussão coletiva, de forma a sedimentar os conhecimentos obtidos a partir de trabalhos em grupo.

Conteúdos Programáticos

1- Imposto sobre o Valor Acrescentado
2 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Américo Brás Carlos, João Ribeiro Durão, Maria Emília Pimenta e Irene Antunes Abreu. Guia dos Impostos em Portugal 2019, Editora Quid Juris
Clotilde Celorico Palma, (2015). Introdução ao Imposto Sobre o Valor Acrescentado, N.º 1 da Coleção, (Reimpressão da 6.ª Edição de 2014), Coimbra: Almedina.
José Casalta Nabais (2019). Direito Fiscal. Coimbra: Almedina.
João Catarino e Vasco Guimarães. (2019). Lições de fiscalidade. Coimbra: Almedina
Freitas Pereira (2018). Fiscalidade. Coimbra: Almedina.
Glória Teixeira (2018). Manual de Direito Fiscal. Coimbra: Almedina

Bibliografia Complementar

Webgrafia:

- National Tax Journal\- International Tax Review
- Fiscal Studies
- International Tax and Public Finance

Planificação Semanal

1 - Apresentação da FUC aos alunos, Objetivos da UC e respetivos conteúdos programáticos. Bibliografia recomendada. Método de avaliação.
2 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas
3 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas
4 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas
5 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas
6 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas
7 - Imposto sobre o Rendimento de Pessoas Coletivas
8 - Imposto sobre o valor acrescentado
9 - Imposto sobre o valor acrescentado
10 -Imposto sobre o valor acrescentado
11 -Imposto sobre o valor acrescentado
12 -Imposto sobre o valor acrescentado
13 - Imposto sobre o valor acrescentado
14 - Trabalho de grupo
15 - Trabalho de grupo

Coerência do programa para com os objetivos

O ponto 1 e o ponto 2 dos objetivos são atingidos através da integração de todos os pontos programáticos. O 3º ponto “Descrever a estrutura das receitas fiscais”, é atingido pelo ponto 1 dos conteúdos programáticos. O ponto 4 dos objetivos ” Adquirir conhecimento conceptual, normativo e aplicado dos seguintes impostos: IRC e IVA.”, é atingido por todos os pontos dos conteúdos programáticos.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Os objetivos são alcançados através da combinação da exposição teórica, com a leitura dos códigos dos impostos referidos e seguida de processos de autodescoberta e discussão na aula de dificuldades e sucessos. Estes objetivos, são adaptados à realidade através da preparação e redação que versem a mesma temática, de trabalhos de grupo desenvolvendo os mesmos temas na sequência de guidelines disponibilizadas.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricos  
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliação  
Capacidade de decisão  
Capacidade de investigaçãoSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
CriatividadeSimSim
LiderançaSim 
Preocupação com a eficácia Sim
Preocupação com a qualidade Sim
Relacionamento interpessoalSim 
Resolução de problemas Sim
Saber organizar, planear e gerir Sim
Trabalho em equipaSimSim
Valorização da diversidade e da multiculturalidade  
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)