Como chegar
|
Contactos
Perguntas
Frequentes

Métodos e Técnicas de Investigação I 2019/2020

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

- Identificar a "Educação" como uma área de investigação e intervenção das Ciências Sociais;
- Caracterizar as diversas fases do processo de investigação científica e elaboração de projetos;
- Conhecer os paradigmas metodológicos correntes em investigação educacional;
- Distinguir métodos quantitativos e qualitativos, conhecendo as suas bases teóricas, as suas estratégias de
investigação e as suas técnicas de recolha/análise de dados.

Pré-Requisitos Recomendados

Não aplicável.

Método de Ensino

Métodos de ensino ativos, centrados no estudante e no desenvolvimento de competências.
(apresentação oral, debate, projeto de investigação).

Conteúdos Programáticos

1.Fundamentos do processo de Investigação Científica
1.1. Investigação em Educação e nas Ciências Sociais
1.2. Fases de um Processo de Investigação

2. Tipologias de Métodos e Técnicas de investigação
2.1. Métodos quantitativos e qualitativos: heterogeneidade e complementaridade
2.2. Planos quantitativos de investigação
2.3. Planos qualitativos de Investigação
2.4. Métodos Mistos: Articulação entre análise qualitativa e quantitativa

3. Ética e investigação educacional: dilemas e princípios
3.1. Papel do investigador
3.2. Cuidados éticos na investigação em Ciências Sociais

4. Redação de um artigo científico: normas da APA

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Amado, J. (2013). Manual de Investigação Qualitativa em Educação. Coimbra: Imprensa da Universidade de
Coimbra.
Almeida L. & Freire T. (2007). Metodologia da investigação em Psicologia e Educação (5ª ed.). Braga:
Psiquilíbrios.
American Psychological Association (2009). Publication manual of the American Psychological Association.
Washington, DC: American Psychological Association.
Bogdan, R. & Biklen, S. (2010). Investigação qualitativa em educação: Uma introdução à teoria e aos métodos.
Porto: Porto Editora.
Cohen, L., Manion, L. & Morrison, K. (2011). Research Methods in Education (7th Ed.). London: Routledge.
Creswell, J. & Park, V. (Eds.) (2011). Designing and conducting mixed methods research. Thousand Oaks, CA:
Sage.
McMillan, J. H. & Schumacher, S. (2014). Research in Education. Evidence-based Inquiry. (7th Ed.) Pearson
New International Edition.
Quivy R. & Campenhaudt L. V. (1996). Manual de investigação em ciências sociais. Lisboa: Gradiva

Bibliografia Complementar

Ary, D. et al. (1990). Introduction to research in education. Forth Worth: Holt, Rinehart and Winston, Inc.
Coutinho, C. P. (2011). Metodologia de Investigação em Ciências Sociais e Humanas: Teoria e Prática.
Coimbra: Almedina.
Denzin, N. K., & Lincoln, Y. S. (Eds.) (2007). Handbook of Qualitative Research. Thousand Oaks, CA: SAGE.
Lima, J. & Pacheco, J. A. (Orgs). (2006). Fazer Investigação. Contributos para a elaboração de dissertações e
teses. Porto: Porto Editora.

Planificação Semanal

Semanas:
1. Apresentação da UC
2. Fundamentos Investig. em Educação
3. Fundamentos Investig. em Educação
4. Trabalho Individual
5. Tipologias de Métodos
6. Métodos Quantitativos
7. Métodos Quantitativos
8. Métodos Qualitativos
9. Métodos Qualitativos
10. Métodos Mistos
11. Prova de Avaliação
12. Questões Éticas de Investigação
13. Redação Artigo Científico
14. Apresent. Trabalhos
15. Balanço da Unidade Curricular

Coerência do programa para com os objetivos

Através dos conteúdos da unidade curricular pretende-se que o aluno seja apresentado sustentadamente aos princípios teóricos e empíricos que norteiam a investigação em contexto socioeducativo. Pressupõe-se que o aluno, dada a natureza inicial do seu percurso académico, não tenha conhecimentos a priori acerca de métodos e técnicas de investigação, pelo que os conteúdos são abordados numa perspetiva introdutória e iminentemente prática. Esta abordagem pretende permitir ao aluno a interpretação eficaz e integrada de textos da área técnica da educação social, sendo ao mesmo tempo capaz de delinear de modo adequado o seu próprio projeto de investigação, sempre que as exigências profissionais ou académicas assim o exijam. Interessa que o aluno saiba selecionar (ou interpretar a seleção de outros) adequadamente um tipo de metodologia ou uma metodologia mista, saber como a poderá operacionalizar e gizar, de acordo com normas de estilo (APA, 6ª edição), um plano de investigação.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Recorrendo a uma metodologia mista de exposição e prática, pretende-se que o aluno seja capaz não só de adquirir conhecimentos teóricos novos, mas de os aplicar adequadamente. As aulas decorrem em dois momentos fundamentais: (i) apresentação e compreensão de conteúdos teóricos, (ii) e, aplicação dos conhecimentos adquiridos em grupo, através da realização de tarefas propostas em fichas de trabalho.
Pretende-se ainda fomentar a transposição dos conhecimentos a contextos o mais próximos possíveis do real. Assim, os alunos deverão construir e apresentar um projeto de investigação (trabalho final).

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de adaptação a novas situaçõesSimSim
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSimSim
Capacidade de decisãoSimSim
Capacidade de iniciativa e espírito empreendedorSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Competência em informática e uso de novas tecnologiasSimSim
Competência em língua estrangeiraSimSim
Comportamento ético e responsávelSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
Conhecimento de outras culturas e costumesSimSim
CriatividadeSimSim
Gestão da informação e da aprendizagemSimSim
LiderançaSimSim
Relacionamento interpessoalSimSim
Resolução de problemasSimSim
Saber organizar, planear e gerirSimSim
Trabalho em contexto internacionalSimSim
Trabalho em equipaSimSim
Valorização da diversidade e da multiculturalidadeSimSim
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)