Como chegar
|
Contactos
Perguntas
Frequentes

Pedagogia e Intervenção Familiar 2019/2020

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

Depois de concluída a unidade curricular, o aluno deverá ser capaz de:

1. Compreender a importância dos distintos paradigmas teóricos contemporâneos sobre a família;

2. Identificar novas formas de família nas sociedades ocidentais contemporâneas, suas especificidades, necessidades e implicações para a intervenção do educador social;

3. Compreender e avaliar o impacto das mudanças societais na estrutura e dinâmicas familiares e na sociedade em geral;

4. Compreender o papel do educador social em contexto de intervenção familiar;

5. Conhecer diferentes metodologias de intervenção ecológica e sistémica nas dinâmicas familiares.

Pré-Requisitos Recomendados

Não aplicável.

Método de Ensino

Serão utilizados métodos expositivos e métodos ativos. Os primeiros assentarão no recurso a meios audio-visuais e eletrónicos. Os segundos irão basear-se na realização de atividades de carácter prático, nomeadamente brainstormings, análise e discussão de textos e artigos científicos, debates e análise de casos.

A avaliação da unidade curricular irá decorrer em regime de Avaliação Contínua.

Conteúdos Programáticos

1. A família como um sistema
1.1. A estrutura da família
1.2. Comunicação na família
1.3. As funções da família
1.4 Estilo relacional

2. Tipos e etapas da família
2.1. A família nas sociedades contemporâneas
2.2. Diferentes tipos de famílias: desafios para o educador social
2.3. Ciclo e curso de vida da família

3. Parentalidade e práticas parentais
3.1 Estilos educativos parentais
3.2. Parentalidade Positiva
3.3. Direitos da Criança (CSDC)
3.4. A relação escola-família

4. Avaliação da família e das redes de suporte
4.1. Problemas comuns nas famílias
4.2. Avaliação sistémica e ecológica
4.3. Avaliação do suporte social
4.4. Necessidades, prioridades e rotinas da família.

5. Pedagogia e intervenção familiar
5.1. Fundamentos teóricos e metodológicos da pedagogia familiar
5.2. Programas de intervenção e apoio comunitário e psicossocial às famílias: Programas de Educação Parental, Programas/grupos Psicoeducativos.
5.3. Princípios éticos

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Alarcão, M. (2002). (Des)Equilíbrios Familiares. Coimbra: Quarteto Editora.

Almeida, A. & Fernandes, N. (2010). Intervenção com crianças, jovens e famílias : estudos e práticas.(org)Congresso Internacional Intervenção com crianças, jovens e famílias. Coimbra. Almedina.

Amaro, F. (2014). Sociologia da família. Lisboa. Pactor.

Campbell, D. & Palm, G. (2004). Group parent education. London. Sage Publications.

Cruz, O. (2013). Parentalidade. Coimbra: Quarteto Editora.

Rodrigo, M. (2010). Promoting positive parenting in Europe: New challenges for the European Society for Developmental Psychology. European Journal of Developmental Psychology, 7, (3),281-294.

McWilliam, P., Winton, P. & Crais, E. (2003). Estratégias práticas para a intervenção precoce centrada na família. Porto. Porto Editora.

Bibliografia Complementar

Abreu-Lima, I., Alarcão, M., Almeida, A., Brandão, T., Cruz, O., Gaspar, M. F., & Ribeiro dos Santos, M., (2010). Avaliação de intervenções de educação parental: Relatório 2007-2010.

Almeida, L. & Freire, T. (2003). Metodologias da investigação em psicologia e educação. Braga, Portugal: Psiquilíbrios.

Alberto, M. M. (2010). Maltrato e trauma na infância. Coimbra: Almedina.

Relvas, A. P. & Alarcão M. (2002). Novas formas de família. Coimbra: Quarteto Editora.

Sampaio, D., Cruz, H., & Carvalho, M. (2011). Crianças e jovens em risco: A família no centro da intervenção. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Williams, F. (2010). Repensar as famílias. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.

Webster-Stratton, C., Gaspar, M. & Seabra-Santos, M. (2012). Incredible Years: Parent, Teachers and children's series: Transpotability to Portugal of Early Intervention Programs for Preventing Conduct Problems and Promoting Social and Emotional Competence. Psychoss

Planificação Semanal

Semana 1: Apresentação da UC. Introdução ao conceito de família.

Semanas 2 e 3: O sistema familiar. A estrutura familiar. A comunicação na família.

Semana 4: As funções da família. A família nas sociedades contemporâneas.

Semana 5: Diferentes tipos de família: desafios para o Educador Social.

Semana 6: Ciclo vital e curso de vida da família.

Semana 7: Parentalidade: estilos parentais. Parentalidade Positiva.

Semanas 8 e 9: Direitos da criança. Relação escola-família.

Semanas 10 e 11: Avaliação da família e das redes de suporte.

Semana 12, 13 e 14: Pedagogia e intervenção familiar.

Semana 15: Prova escrita de avaliação. Considerações finais sobre a UC.

Coerência do programa para com os objetivos

Procura-se que os estudantes conheçam modelos e instrumentos de avaliação no âmbito da família, e reflitam sobre o papel do educador social face a contextos diferenciados de apoio familiar. Para que o estudante seja capaz de identificar novas formas de família nas sociedades contemporâneas, e implicações para a intervenção do educador social serão abordadas as suas caraterísticas funcionais e estruturais. Para compreender o impacto da globalização sobre a família e a importância das famílias na sociedade em geral serão abordados os estilos educativos parentais, focando-se a relação entre o sistema-escola e o sistema-família. Para o conhecimento de instrumentos e técnicas de avaliação familiar, serão abordados problemas comuns nas famílias e diferentes técnicas e instrumentos de avaliação familiar. Para que o estudante seja capaz de compreender o papel do educador em contextos diversificados de intervenção parental, serão apresentados diferentes programas de intervenção.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

A utilização do método expositivo para apresentação dos conteúdos teóricos constitui um processo basilar para a aquisição de conhecimentos relativos à perspetiva sistémica e ecológica familiar, compreendo os seus processos de funcionamento e desenvolvimento (e.g., Ciclo e curso de vida, rotinas, comunicação na família, a família nas sociedades ocidentais contemporâneas, famílias multidesafiantes, estilos parentais) bem como a sua articulação com outros sistemas, com especial destaque para os serviços sociais e comunitários e a escola. O recurso a métodos ativos, por meio da discussão, reflexão e debate de exemplos e casos práticos familiares, bem como através da pesquisa e familiarização com programas de intervenção familiar (e.g., programas de educação parental, programas sociais e comunitários) permitirão desenvolver nos alunos as competências de análise e reflexão acerca do papel do educador social no domínio da pedagogia e intervenção familiar.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
CriatividadeSimSim
Gestão da informação e da aprendizagemSimSim
Preocupação com a qualidadeSimSim
Resolução de problemasSimSim
Trabalho em equipaSimSim
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)