Como chegar
|
Contactos

Deteção Remota Aplicada ao Património 2018/2019

  • 8 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Final

Objetivos

1. Descrever a Deteção Remota como ciência e a sua evolução histórica.
2. Descrever as principais características de uma imagem de Deteção Remota (resolução espacial e radiométrica, bandas, formatos e compressão).
3. Selecionar e aplicar as técnicas de pré-processamento mais adequadas, em função das características das imagens.
4. Selecionar e aplicar as técnicas de classificação de imagem mais adequadas em função do tema pretendido e das imagens disponíveis.
5. Descrever a aplicar a Deteção Remota às várias áreas do Património Artístico
6. Conhecer as tecnologias de digitalização tridimensional aplicadas ao património cultural através de abordagem teórico-prática e do projecto e-Freixo.
7- Sensibilizar e dotar os alunos de conhecimentos de técnicas de análise e documentação não invasiva de obras de arte com recurso às mais recentes técnicas de imagiologia digital, multi e hiperespectral, aplicada ao património histórico-artístico.

Pré-Requisitos Recomendados

Nenhums.

Método de Ensino

De acordo com o caráter teórico/prático da unidade curricular serão adotados:
- métodos expositivo: aulas teóricas;
- estudo de casos: através do contato com casos reais de conservação/restauro (in locu ou através de imagens e descrições; artigos, etc.), será realizada a análise dos mesmos e estabelecidas propostas de intervenção; análise e discussão de artigos; trabalho em grupo;
- resolução de problemas: execução e análise de propostas de intervenção através do estudo de casos (exercício realizado individualmente ou em grupo);
- projeto e estudo independente: exposição e discussão dos temas a desenvolver, apresentação oral e defesa do tema selecionado;
- orientação académica: presenciais e virtuais.

Conteúdos Programáticos

- Introdução à detecção remota e definição de conceitos.
- A Deteção Remota como ciência e a sua evolução histórica.
- Principais características de uma imagem de Deteção Remota (resolução espacial e radiométrica, bandas, formatos e compressão).
- Técnicas de detecção remota para digitalização tridimensional
- Técnicas de pré-processamento mais adequadas, em função das características das imagens.
- Técnicas de classificação de imagem mais adequadas em função do tema pretendido e das imagens
disponíveis.
- Imagiologia multi-espectral aplicada ao património artístico
- Aplicação da Deteção Remota às várias áreas do saber (ex. geografia, geologia, história, arqueologia, biologia, urbanismo, planeamento local e regional).
- Estudos de caso: detecção remota aplicada à investigação e salvaguarda do património artístico: o projecto e-Freixo;
- Workshop de digitalização 3D.

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Fonseca, A.D e Fernandes, J.C. 2004. Detecção Remota: Lidel, Lisboa.

Bibliografia Complementar

No decorrer da unidade curricular serão fornecidos diversos documentos aos alunos.

Planificação Semanal

Semana 1: Apresentação da unidade curricular: considerações sobre os conteúdos programáticos, a bibliografia, o sistema de avaliação, as atividades externas, entre outros elementos consignados na ficha de unidade curricular. Informações diversas e enquadramento dos trabalhos a desenvolver no âmbito do módulo. Introdução à detecção remota e definição de conceitos - Dr. Hugo Pires.
Semana 2: Detecção remota aplicada à investigação e salvaguarda do património artístico: o projecto e-Freixo - Dr. Orlando Sousa;
A Deteção Remota como ciência e a sua evolução histórica. Principais características de uma imagem de Deteção Remota (resolução espacial e radiométrica, bandas, formatos e compressão) – Prof. Doutor João Bessa Santos.
Semana 3: Técnicas de detecção remota para digitalização tridimensional - Dr. Hugo Pires.
Técnicas de pré-processamento mais adequadas, em função das características das imagens.
Técnicas de classificação de imagem mais adequadas em função do tema pretendido e das imagens disponíveis – Prof. Doutor João Bessa Santos.
Semana 4: Imagiologia multi-espectral aplicada ao património artístico - Prof. Doutor Luís Bravo Pereira.
Aplicação da Deteção Remota às várias áreas do saber (ex. geografia, geologia, história, arqueologia, biologia, urbanismo, planeamento local e regional) - Prof. Doutor João Bessa Santos.
Semana 5: Workshop de digitalização 3D - Dr. Hugo Pires e Prof. Doutor Luís Bravo Pereira.

Coerência do programa para com os objetivos

Os conteúdos programáticos são claramente coerentes com os objectivos da unidade curricular dado que foram criados conjunta e harmonicamente como uma unidade indissociável sem a qual a unidade curricular não teria qualquer sentido. Por exemplo, a deteção remota às várias áreas do património articula claramente com os objectivos, tal como outros conteúdos mencionadas para que os mesmos sejam transmitidos aos estudantes de uma forma directa, numa interação conjugada que passa pelo aprender vendo fazer e fazendo.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

As metodologias de ensino são manifestamente coerentes com os objectivos da unidade curricular na medida em que estas promovem um ensino teórico-prático aliado à realização de trabalhos de práticos (aprendizagem por projecto), numa metodologia de investigação-ação para que sejam cumpridos os principais objectivos da deteção remota aplicada aos bens culturais. Essa coerência fica clara no exposto relativo aos objectivos e à metodologia de ensino.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e síntese Sim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricos  
Capacidade crítica e de avaliação  
Capacidade de investigação  
Comportamento ético e responsável  
Preocupação com a qualidade  
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)