Como chegar
|
Contactos
Perguntas
Frequentes

A cor como aliado da marca pessoal

A cor como aliado da marca pessoal

Com oito anos, Margarida Ribeiro acompanhava o pai na gestão das lojas Biju, marca detida pela família. Etiquetou carteiras, écharpes, colares, e isso, de algum modo, influenciou a sua escolha pela licenciatura de Gestão. Hoje, aos 40 anos, é uma das poucas especialistas portuguesas em coloração pessoal. 

Comunica UPT: Entrou na Universidade Portucalense em 1999 para estudar Gestão. Que Universidade e ambiente académico encontrou?

Margarida Ribeiro: Encontrei uma universidade muito organizada, um ótimo relacionamento entre professores e alunos e um curso muito orientado para as necessidades reais daquele tempo.

 

Um momento da vida académica que nunca esqueceu?

Não esquecerei vários momentos, como a praxe, as Festas de Garagem da Portucalense e os almoços sempre tão animados na cantina da Universidade.

 

Qual foi o principal ensinamento que o curso lhe deu?

O principal ensinamento foi que a união entre as pessoas é essencial. Foram várias as pessoas que ali conheci e que fizeram parte desse percurso académico. Sem a união que tínhamos, não teria sido possível fazer essa caminhada de forma tão completa e feliz.

 

Depois da licenciatura, como decorreu o seu percurso profissional?

Acabei a licenciatura em julho de 2004. Em setembro, iniciei funções de gestão e supervisão de lojas da marca Biju na zona da Grande Lisboa e Algarve. Após oito anos nesta função, desempenhei o papel de assistente de compras na área dos acessórios para os mercados chinês e europeu. Posteriormente tive o enorme privilégio de desempenhar funções de Gestora de Loja e Consultora de “Bra Fitting” na Dama de Copas em Lisboa, onde me apaixonei pelo atendimento e consultoria personalizada. Foi assim que entrei no mundo da imagem. Desde 2016 que tenho o meu próprio projeto como Consultora de Imagem. Hoje sou uma das únicas portuguesas especializadas em Coloração Pessoal e abri, no passado dia 4 de janeiro, o primeiro espaço dedicado à Coloração Pessoal na cidade do Porto.

 

Como surgiu a ideia da “Coloração Pessoal”, uma área praticamente desconhecida em Portugal?

Desde sempre que sou apaixonada pela cor. Já em criança brincava com painéis de bijuteria e misturava cores e metais. Fui aprendendo as melhores combinações e percebendo quais as cores que mais chamavam a atenção do cliente e que mais valorizavam o rosto de cada mulher. O meu projeto de empreendedorismo começou pela maquilhagem e cuidados de beleza. Foi nesse momento que percebi a enorme dificuldade em encontrar a base certa, a cor do batom e as melhores sombras de maquilhagem. Esta lacuna no mercado fez-me procurar formação que me ajudasse a entender mais sobre esta temática. E assim foi, comecei pela especialização em Consultoria de Imagem na Fashion School, de modo a adquirir as ferramentas essenciais desta área e, mais tarde, especializei-me em Coloração Pessoal pela Escola Internacional Studio Immagine, de Luciana Ulrich que é uma referência mundial nesta área.

 

De que modo a cor, pode fazer a diferença?

A cor é o elemento mais importante da nossa imagem. É o elemento de design que é mais rapidamente codificado pelo nosso cérebro. Segundo o pesquisador Toby Fischer Mirkin, “a cor é a força mais poderosa da comunicação pessoal; alguns segundos após o primeiro contacto com alguém, esta pessoa reagirá de imediato às mensagens de cores emitidas pela nossa roupa. A cor pode estimular ou deprimir, atrair ou repelir”. A cor é o maior aliado na construção da nossa marca pessoal. Descobrir as cores que valorizam a nossa beleza natural e que comunicam com o nosso propósito e objetivo profissional, faz com que sejamos profissionais muito mais confiantes e assertivos.

 

Qual é o perfil de cliente que procura este serviço?

Todas as pessoas que querem ser a sua melhor versão através das cores. Por mim passam pessoas à procura do primeiro emprego, empreendedores e comerciais que querem comunicar melhor com o mercado, professores, psicólogos e empresas ligadas à moda que precisam de formação na área da cor.

 

De uma forma sucinta, o que todos precisamos de saber sobre as cores no dia-a-dia?

Quando descobrimos as cores que melhor se adaptam a nós, percebemos exatamente aquilo que nos valoriza no nosso dia-a-dia, seja em relação às cores da roupa, aos acessórios, maquilhagem ou ao cabelo. Passamos a olhar para nós de uma forma muito mais leve, confiante e assertiva. Depois de passar por um processo de Coloração Pessoal, cada pessoa fica com uma cartela de cores adaptada às principais caraterísticas do seu rosto. Aprendemos também quais as dimensões das cores, isto é, que por exemplo, as cores quentes aproximam, as cores frias afastam, que as cores claras criam mais acessibilidade e as cores escuras transmitem mais poder e formalidade entre outras. 

 

Algumas dicas de coloração para os nossos alunos que vão estagiar e trabalhar?

Esta é uma fase muito importante da nossa vida, onde normalmente surgem muitas dúvidas. Assim, deixo três sugestões. Primeira sugestão: utilizem as cores universais, que, segundo o método da Luciana Ulrich, são as cores que têm o equilíbrio nas três dimensões - temperatura, intensidade e profundidade. São as cores que se harmonizam com a pele da maioria das pessoas - verde garrafa, azul marinho, bordeaux, vermelho melancia e coral. Segunda sugestão: combinem as cores neutras (preto, cinza, castanho, bege e oliva) e combinem os neutros entre si, criando assim uma imagem sofisticada e elegante. Terceira sugestão: pesquisem o estilo e as cores predominantes das empresas a que se irão candidatar, pois assim perceberão a melhor forma de construir o ‘look’ ideal para esse dia.

 

Hobbies: Pilates e caminhada

Um livro: Becoming, de Michelle Obama

Uma música: Garota de Ipanema, de Tom Jobim

Uma app: ColorApp

Uma série de TV: Emily in Paris

Lema de vida: Confie na sua beleza

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)