Como chegar
|
Contactos
Perguntas
Frequentes

Potenciar a internacionalização das empresas

Potenciar a internacionalização das empresas

No âmbito do centro de investigação REMIT - Research on Economics, Management and Information Technologies, está a ser desenvolvido um estudo sobre a internacionalização das empresas portuguesas (IEcPBI), coordenado pela docente e investigadora Carla Azevedo Lobo.

O IEcPBI prevê a criação de um modelo teórico que, combinado com a construção de um website de informação para o processo de internacionalização das empresas portuguesas, visa não só consciencializar os empresários sobre as potencialidades dessa estratégia, mas também orientá-los neste desafio.

 “Neste trabalho temos como objetivo apresentar um estudo focado na perspetiva do empresário e na sua perceção sobre o processo de internacionalização da sua empresa, mais especificamente, sobre os fatores que contribuíram para a entrada da empresa nos mercados externos, bem como sobre os entraves encontrados no processo”, explica Carla Azevedo Lobo.

 “Hoje em dia é exigido às empresas um contínuo processo de inovação e de reestruturação das suas operações para que lhes seja possível responder aos requisitos da concorrência nacional e internacional. As empresas têm agora de encontrar novas formas para desenvolver vantagens competitivas que passam por procurar e adquirir novas competências, recursos e capacidades”, acrescenta a Investigadora Responsável.

Considera que a transformação digital, com a integração das tecnologias digitais nas organizações, pode constituir-se uma “vantagem competitiva significativa” para as empresas, induzindo “uma alteração profunda e acelerada em relação a processos, atividades, competências e modelos”. Salienta também que as Relações Internacionais podem desempenhar um papel relevante, nomeadamente a Diplomacia Económica e Protocolo, em articulação com a atuação das associações empresariais e setoriais.

Ao longo destes dois anos de investigação (o projeto teve início em julho de 2018), Carla Azevedo Lobo encontrou “empresários orgulhosos, no bom sentido; têm orgulho no seu desempenho e nos sucessos que alcançam. Não se sentem inferiores a empresários de outros países. São resistentes e reinventam-se. Nos negócios internacionais, os empresários valorizam ainda mais os recursos humanos e as suas competências e estão disponíveis para encetar parcerias, por exemplo, com concorrentes diretos no mercado doméstico”. [ver vídeo]

O IEcPBI é financiado pela FCT e POCI 2020 e estará concluído em 2021. 

 

 

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)