Como chegar
|
Contactos

O Porto nos Caminhos de Santiago

O Porto nos Caminhos de Santiago

No dia 10 de dezembro, a partir das 14h, a Universidade Portucalense organiza o seminário "O Porto nos Caminhos de Santiago: cidade de partida e de passagem", no auditório 201.

Ao longo dos séculos, a cidade do Porto tem sido um lugar de passagem e de partida dos peregrinos e caminhantes dos Caminhos de Santiago. Neste contexto, a Universidade Portucalense, em parceria com o Albergue de Peregrinos do Porto, convida um conjunto de palestrantes para analisar o impacto deste fenómeno cultural e religioso no seminário "O Porto nos Caminhos de Santiago: cidade de passagem e de partida".

Este seminário insere-se no projeto de investigação "Avaliação de Impactes do Turismo Religioso e do Turismo Acessível nos Caminhos de Santiago – TURASANT", que está a ser desenvolvido por investigadores do Centro de Investigação REMIT (Research on Economics, Management and Information Technologies) e de outras instituições.

 

PROGRAMA

 

14h I Sessão de abertura

15h I 1º Painel

Moderadora: Isabel Borges – Universidade Portucalense 

15h I O Porto nos Caminhos de Santiago

José Manuel Tedim – Universidade Portucalense

15h30 I A Hospitalidade no Caminho de Santiago

Manuel Araújo – Casa do Infante/Câmara Municipal do Porto

16h I O Albergue de Peregrinos do Porto

Óscar Andrade – Albergue de Peregrinos do Porto

16h30 I Pausa

17h I 2º Painel

Moderadora: Fátima Matos Silva – Universidade Portucalense 

17h I A Igreja Anglicana de Santiago no Porto

Reverendo Robert Chavner e Richard Delaforce – Igreja Anglicana de Santiago no Porto 

17h30 I Experiências e milagres atuais de peregrinos no Caminho de Santiago

Antón Pombo Rodriguez – Historiador, investigador e jornalista

18h I Da Intolerância à Construção de uma Unidade Europeia. O longo Caminho de Santiago

Joel Cleto – ISAG - European Business School e Porto Canal

18h30 I Debate e Encerramento

 

A participação é gratuita e mediante inscrição aqui.

 

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)