Como chegar
|
Contactos

A transmissão de valores

A transmissão de valores

Arlindo João da Silva, coronel, professor e membro fundador da Academia Militar do Exército, em Angola, concluiu o mestrado em Administração e Gestão da Educação na Universidade Portucalense. “O papel da Academia Militar na transmissão dos valores para uma oralização da cidadania angolana” foi o tema da sua dissertação.

Um estudo que Arlindo João da Silva espera ser uma proposta para docentes e alunos na transmissão de valores, como “o sentimento de honra e do dever, o rigor, a liderança, o amor à profissão e o aprimoramento técnico e profissional”.

“Entre 1995 e 2002, a guerra delapidou os valores essenciais do cidadão angolano. Sentimos essa realidade através dos alunos e de uma forma muito concreta - a ausência do cumprimento das regras, alguns roubos e o consumo de estupefacientes. Era preciso resgatar os valores. Não bastava apenas dar-lhes conhecimento, era preciso que crescessem como seres humanos”, explica Arlindo João da Silva.

Os docentes foram assim chamados para esta missão, que considera ter sido desenvolvida com sucesso. Na Academia Militar, sediada em Lobito, estão integrados mais de 700 alunos, 124 professores civis e 350 professores militares-instrutores.

É com entusiasmo que assiste à nova viragem do país introduzida por João Lourenço, o Presidente da República de Angola eleito em 2017. “A saúde e a educação têm sido as grandes apostas e já se sentem grandes mudanças. Existe um sério combate à corrupção, existe ordem e, sobretudo, esperança de melhores dias”.

Faz um balanço “muito positivo” da experiência na Universidade Portucalense, ao nível do conhecimento, dos serviços complementares e das infraestruturas. Recordará sempre um episódio particular que marcou o dia da defesa da prova pública. “Estava a preparar a apresentação na sala de atos e a funcionária da limpeza, que estava naquele piso, dirigiu-se a mim e desejou-me boa sorte e deu-me um abraço. Aquele abraço deu-me a confiança que precisava; senti-me em casa; senti que estava em Angola”.

E como não existem limites para a aprendizagem e para o conhecimento, Arlindo João da Silva inscreveu-se já no doutoramento em Ciências Pedagógicas na Universidade de Ciências Pedagógicas Enrique José Varona, em Cuba.

 

 

 

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)