Como chegar
|
Contactos
Saiba mais
sobre este curso
×

Short Master em Guia-intérprete de Cidades de Património Mundial: Cidade do Porto

O profissional Guia intérprete de cidades de Património Mundial surge como um profissional ativo no conhecimento histórico e patrimonial classificado universalmente e colabora ativamente na visita dos lugares bem como na conservação da cultura, da história e do património locais. A sua ação centraliza-se em torno de organismos, instituições e empresas que associam a sua atividade ao acolhimento de turistas e visitantes como atividade principal ou secundária. O crescimento da mobilidade de pessoas em torno de novos atrativos históricos e patrimoniais tem sido uma constante e uma tendência crescente. 
 
O guia intérprete do património dedica a sua atividade à valorização da história e do património, à sua interpretação e disseminação, neste caso em particular, o guia-interprete foca a sua atenção nas cidades do património mundial em Portugal.
 
Esta oferta formativa permite designadamente habilitar profissionais preferencialmente da área do turismo e/ou da História e do património a explorar práticas inovadoras associadas ao território e da sua comunicação e interpretação. Pretende-se potenciar a aquisição de competências com grande envolvimento de entidades parceiras de terreno com grande relevo na gestão do território, construindo-se assim uma forte aproximação da academia à rede de parceiros de grande significado territorial, com incidência nos Centros Históricos, Património Mundial, classificado pela Unesco. 
 
Ao longo das sessões de trabalho, será desenvolvido um programa que privilegia, por um lado, o conhecimento do Património, a sua história, significado e os fundamentos da sua Classificação pela UNESCO; por outro lado, a aquisição de competências que permitam aos participantes nesta ação de formação interpretar e promover o Património, junto dos visitantes/turistas, de forma eficaz, relevante e capaz de cativar os públicos.

15 vagas totais para candidatura.

duração de 5 meses

Coordenação:

Ana Patricia S. Lapa Remelgado (PhD)

Porquê escolher este curso?

Formação adicional em Património Cultural para profissionais que trabalham com a área do Turismo.
 
Docentes com larga experiência na área do Património Cultural e da História da Cidade do Porto.
 
Esta formação tem por objetivo capacitar profissionais Guias-Intérpretes do Património Cultural classificado pela UNESCO, enquanto agentes privilegiados de interpretação, valorização e divulgação do Património junto de diferentes públicos, nomeadamente turistas e visitantes. 

Saídas Profissionais

Guia Interprete especializado em Património Mundial e em particular na Cidade do Porto.

Objetivos

  • Adquirir conhecimento sobre o Património Cultural, a sua história, significado e os fundamentos da sua Classificação pela UNESCO;
  • Adquirir conhecimentos sobre Património Cultural do Centro Histórico do Porto e do Centro Histórico de Guimarães e do seu significado enquanto Património Classificado pela UNESCO;
  • Compreender a importância do desenvolvimento de estratégias integradas ao nível do Património Cultural e do Turismo Sustentável, em benefício do desenvolvimento do território;
  • Conhecer dinâmicas e interpretação e promoção do Património Cultural;
  • Conhecer as técnicas de pesquisa e atualização de conhecimentos nos domínios do património e da cultura.

Diploma ou certificado conferido

Diploma em Guia Interprete especializado em Património Mundial e em particular na Cidade do Porto.

Contactos

Gabinete de Ingresso da UPT

 225 572 222 / 23

  969 773 967

 800 270 201Verde

 ingresso@upt.pt

Horário previsto de funcionamento

Periodo de candidaturas: até 30 de setembro de 2019

Período letivo: de 8 de outubro 2019  a 31 de março de 2020

Sexta das 18h às 21h e sábados das 9h às 13h.

Plano de Estudos 2019/2020


Plano Financeiro

Candidatura: 150 €

Pagamento único: 1.500 €

Mensal: 300 € x 5

Acresce seguro escolar

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)