Como chegar
|
Contactos
Saiba mais
sobre este curso
×

Licenciatura em Gestão e Sistemas de Informação

O curso de Gestão e Sistemas de Informação visa a formação de profissionais em duas áreas de competência imbricadas: a gestão de organizações e os sistemas e tecnologias de informação. Os licenciados deste curso terão um papel essencial no suporte a atividades de gestão e de decisão nas organizações, na seleção de soluções tecnológicas, na gestão de projetos organizacionais, no redesenho de processos de negócio, na introdução de inovação e mudança nas práticas organizacionais e na eficaz utilização dos sistemas e tecnologias de informação, em termos de melhoria dos processos de tomada de decisão nas organizações.
 

 

40 vagas totais para candidatura.

duração de 3 anos

Anúncio n.º 214/2013 in Diário da República, 2.ª série — N.º 111 — 11 de junho de 2013

Coordenação:

Isabel Seruca (PhD)

 

Porquê escolher este curso?

Esta época é marcada por uma mudança significativa nos sistemas e tecnologias de informação e no ambiente de negócios, que é cada vez mais competitivo. Os líderes das organizações têm, assim, a necessidade de “copilotos” que detenham uma preparação em tecnologia combinada com uma forte apetência para o negócio. Assim:

• Se queres ter um perfil híbrido de conhecimentos e competências em gestão, tecnologias e organizações;

• Se pretendes entender como as tecnologias de informação podem acrescentar valor ao negócio e às organizações, resolvendo problemas e criando novas oportunidades de negócio;

• Se ambicionas desempenhar funções executivas;

• Se pretendes ser um agente verdadeiramente estratégico para o negócio;

• Se visas ter um papel ativo nas mudanças organizacionais;

• Se queres ter a profissão que mais rapidamente cresce em procura e com maior taxa de empregabilidade;

então, este curso é o ideal para ti!

 

É ainda importante saberes que:

• Fomentamos uma forte articulação do curso com o tecido empresarial. Existem parecerias com empresas no âmbito das unidades curriculares e a inclusão de um estágio curricular;

• O nosso plano de curso segue as orientações de entidades de referência internacional em desenho curricular na área e está alinhado com as necessidades do mercado;

• Apostamos no desenvolvimento de soft-skills. Valorizamos as competências comportamentais, nomeadamente a comunicação, o trabalho em equipa, a responsabilidade social e as competências empreendedoras, desde o primeiro dia em que chegas à UPT;

• Disponibilizamos uma oferta complementar ao plano de curso, que inclui ciclos de seminários e workshops, participação em eventos tecnológicos e projetos internacionais;

• Fomentamos um relacionamento de proximidade com o aluno, de forma a entender as suas necessidades e aspirações de carreira;

• Ministramos ensino e formação reconhecidos há 30 anos.

O que dizem os nossos alunos

Pedro Sá 

Encontrei na licenciatura de "Gestão e Sistemas de Informação" o meio de concretizar e dar o grande passo de entrada no mundo profissional como Analistas de Sistemas. No plano do curso consegui encontrar "o melhor dos dois mundos" - a Informática e a Gestão. Fortaleci os meus conhecimentos de microeconomia, macroeconomia, contabilidade e gestão organizacional, sem deixar de aprender algumas linguagens de programação, gestão de base de dados, sistemas de informação e gestão de projetos. Foi através da Portucalense que ingressei no mercado de trabalho, tendo primeiramente selecionado uma das empresas parceiras para realizar o meu estágio curricular (projeto) e, posteriormente, ter ingressado no mercado de trabalho na mesma. Considero que o mais importante para a minha carreira profissional são as 'soft skills' e a capacidade de aprendizagem. Temos na Universidade a oportunidade de trabalhar estas características, aproveitando as matérias, casos de estudo e experiência que vamos recolhendo dos nossos professores, oradores e empresas parceiras.

Pedro Correia 

O mercado está em constante mudança e cabe-nos ter a capacidade de adaptação, por isso escolhi a Universidade Portucalense para me ajudar a crescer neste sentido. Nesta universidade, consegui encontrar a fusão de duas paixões - Gestão e Informática - numa só licenciatura. A licenciatura de Gestão e Sistemas de Informação dá-nos competências e capacidades de operação e de comunicação transversais. Aconselho o curso a quem pretende dinamizar e otimizar processos de negócio e ambiciona acrescentar valor aos projetos empresariais. Fiz a minha escolha e não me arrependo. Pelo contrário, fico sempre mais fascinado e motivado, não só pelas instalações da Universidade Portucalense, mas sobretudo pela dedicação notória dos docentes.

 

Saídas Profissionais

Os profissionais de Gestão e Sistemas de Informação ocupam cargos num variadíssimo leque de organizações, públicas e privadas, de diferentes áreas: financeira, energia, produção, serviços, entre outras, e empresas de consultadoria, exercendo funções de:

• Consultor de Sistemas e Tecnologias de Informação;

• Analista/consultor de negócio;

• Chief Information Officer;

• Gestor de produto;

• Quadros superiores de empresas públicas e privadas.

Algumas saídas profissionais (vídeos):

Objetivos

Este curso visa a formação em 2 áreas de competência imbricadas: a gestão de organizações e os sistemas e tecnologias de informação. Por um lado, defende-se que os licenciados em GSI obtenham uma base sólida em ciências sociais e teoria organizacional. Por outro lado, assumindo-se a importância dos sistemas e tecnologias de informação (STI) para as organizações, complementa-se a formação com um conhecimento no domínio das STI que lhes permita usar, gerir e implementar tais ferramentas para resolver problemas reais e/ou gerar novas oportunidades nas organizações.

Assim, os licenciados em GSI deverão ter um papel essencial na seleção de soluções tecnológicas, no suporte a atividades de gestão e de decisão, na gestão de projetos de SI, no redesenho de processo de negócios, na introdução de inovação e mudança nas práticas organizacionais, na eficaz utilização dos STI em termos de melhoria dos processos de tomada de decisão.

Provas de ingresso

Matemática ou Economia

Cursos de continuidade

• Mestrado em Informática especialização em Sistemas de Informação

• Mestrado em Gestão

Contactos

Coordenação:  lic.gsi@upt.pt

Gabinete de Ingresso da UPT

 225 572 222 / 23

  969 773 967

 800 270 201Verde

 ingresso@upt.pt

Plano de Estudos 2019/2020


1º Ano, 1º Semestre

Contabilidade Geral
6 ECTS 75 TP 75 Total
Matemática
6 ECTS 60 TP 60 Total
Microeconomia
6 ECTS 60 TP 60 Total
Oficina de Língua Portuguesa
3 ECTS 30 TP 15 S 45 Total
Organização de Empresas
5 ECTS 45 TP 45 Total

1º Ano, 2º Semestre

Contabilidade Financeira
5 ECTS 45 TP 45 Total
Estatística
5 ECTS 45 PL 45 Total
Macroeconomia
6 ECTS 60 TP 60 Total
Planeamento Empresarial
5 ECTS 45 TP 45 Total
Sistemas de Informação
6 ECTS 30 TP 30 PL 60 Total

2º Ano, 1º Semestre

Contabilidade Analítica
5 ECTS 45 TP 45 Total
Finanças Empresariais
5 ECTS 45 TP 45 Total
Métodos Quantitativos
6 ECTS 75 TP 75 Total
Novas Tendências em TI’s
4 ECTS 45 TP 45 Total

2º Ano, 2º Semestre

Análise Financeira e de Projetos
6 ECTS 60 TP 60 Total
Fundamentos de Bases de Dados
6 ECTS 30 T 45 PL 75 Total
Modelação de Negócio
4 ECTS 15 TP 45 PL 60 Total
Sistemas Integrados
5 ECTS 15 T 45 TP 60 Total
Tecnologias Web
5 ECTS 15 TP 45 PL 60 Total

3º Ano, 1º Semestre

Empreendedorismo
5 ECTS 45 TP 45 Total
Gestão de Pessoas
5 ECTS 45 TP 45 Total
Gestão Estratégica
5 ECTS 45 TP 45 Total
Marketing
5 ECTS 45 TP 45 Total
Sistemas de Suporte à Decisão
5 ECTS 22.5 TP 30 PL 7.5 S 60 Total

3º Ano, 2º Semestre

Controlo de Gestão
5 ECTS 45 TP 45 Total
Gestão Comercial
5 ECTS 45 TP 45 Total
Gestão de Processos de Negócio
4 ECTS 45 TP 45 Total
Projeto
9 ECTS 45 OT 45 Total
OP Marketing Digital
3 ECTS 27 TP 27 Total

T: Ensino Teórico   

TP: Ensino Teórico-Prático   

PL: Ensino Prático ou Laboratorial   

OT: Orientação Tutorial   

S: Seminário   

OP: Opcional

Nota: As UCs opcionais disponíveis serão definidas anualmente pela Direção do Departamento.

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)