Como chegar
|
Contactos
Saiba mais
sobre este curso
×

Short Master Terapia Comunitária Integrativa: Fundamentos Teórico-Práticos

O Short-Master em «TERAPIA COMUNITÁRIA SISTÉMICA INTEGRATIVA: FUNDAMENTOS TEÓRICO-PRÁTICOS» visa capacitar profissionais para intervir com grupos e comunidades locais, com algum tipo de vulnerabilidade psicossocial, com vista à promoção da saúde e prevenção da doença mental. Este short-master garantirá a formação numa ferramenta terapêutica inovadora em Portugal, já existente e disseminada de forma crescente em vários países da América do Sul, da África e Europa, com uma eficácia promissora no panorama nacional.

30 vagas totais para candidatura.

duração de 30 horas

Coordenação:

Maria Xavier Araujo (PhD)

Ana Albertina Fernandes Palheiros Conde (PhD)

Porquê escolher este curso?

Este curso destina-se a todos os profissionais:

  • Preocupados com o aumento da prevalência das perturbações mentais e do consumo de psicofármacos e interessados em conhecer programas de intervenção economicamente sustentáveis e inovadores dedicados à promoção da saúde e à prevenção da doença mental;
  • Que se debatem no seu quotidiano com situações de exclusão social com impacto ao nível da saúde mental, qualidade de vida e bem-estar dos indivíduos e desejam desenvolver competências técnicas que os auxiliem na interrupção de ciclos auto perpetuadores de vulnerabilidade;
  • Interessados em desenvolver as suas competências de intervenção em grupo e/ou comunitárias, contribuindo para o bem-estar e qualidade de vida da população, com foco na promoção da resiliência de diferentes públicos-alvo.
  • Que privilegiam formações com uma forte componente experiencial, com recurso a metodologias dinâmicas, como o visionamento de vídeos de sessões em contexto real e/ou a participação em sessões in vivo.

Saídas Profissionais

Este curso dota os formandos de competências teórico-práticas de intervenção em grupo e em redes, contribuindo para alargar o reportório de ferramentas economicamente sustentáveis de promoção da saúde e prevenção da doença mental, de profissionais com ação junto dos mais diversos grupos de risco psicossocial.

Objetivos

  • Dar a conhecer a evolução do conceito de doença mental e dos modelos de tratamento, com especial incidência ao nível das atuais políticas de saúde;
  • Apresentar a Terapia Comunitária Sistémica Integrativa (TCI) enquanto ferramenta de intervenção comunitária no âmbito da promoção da saúde mental e prevenção da doença;
  • Aprofundar os pressupostos dos pilares teóricos subjacentes à TCI: Modelo Sistémico, Teoria da Comunicação, Antropologia Cultural, Pedagogia de Paulo Freire, Abordagens Pós-Modernas Narrativas e Modelos de Resiliência;
  • Demonstrar competências fundamentais para a intervenção em redes;
  • Possibilitar o treino de competências de intervenção em grupo;
  • Conhecer instrumentos de avaliação do impacto e eficácia de intervenções comunitárias;
  • Refletir criticamente sobre os contextos de aplicação da TCI e demonstração de eficácia.

Diploma ou certificado conferido

Certificado de aproveitamento e/ou de frequência para estudantes sem grau.

Certificados de conclusão simples para estudantes com grau.

Esta formação é creditada em 13.5 créditos pela OPP para os mestres em Psicologia (membros estagiários ou efetivos da OPP).

Contactos

Coordenação:  sm.TerapiaComunitariaSistemica@upt.pt

Gabinete de Ingresso da UPT

Drª. Margaret Amorim

Contactos:

 225 572 222 / 23

  969 773 967

 800 270 201Verde

 ingresso@upt.pt

Horário previsto de funcionamento

Periodo de candidaturas: 2018-07-02 a 2018-12-14

Pós-laboral, quintas-feiras, 18h-21h

Parcerias

Universidade Federal do Ceará

Núcleo Diversitas da Universidade de S. Paulo

Plano de Estudos 2018/2019


Unidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Contextos de aplicação da TCI e estudos de eficácia
Epidemiologia da saúde mental e políticas de saúde
Fundamentos teóricos da Terapia Comunitária Sistémica Integrativa (TCI)
Metodologia de Intervenção da TCI

Horas de contacto brevemente disponíveis.

Outras informações

Requisitos de ingresso

Os candidatos podem ser:

  1. Licenciados ou pós-graduados nas áreas da Psicologia*, Saúde e Educação, com interesse numa especialização na área da intervenção comunitária e promoção da saúde mental;
  2. Licenciados ou pós-graduados em outras áreas com experiência e interesse profissional na área do curso;
  3. Estudantes ou profissionais que demonstrem interesse científico e/ou profissional na área do curso.

* Os mestres em Psicologia (membros estagiários ou efetivos da OPP) podem ver esta formação creditada pela OPP.

Plano Financeiro

Candidatura: 35 €

Frequência: 275 €.

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)