Como chegar
|
Contactos

Turismo Urbano 2017/2018

  • 4 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Final

Objetivos

a) Definir de cidade, turismo urbano entendendo a evolução do conceito de turismo urbano;
b) Entender os conceitos de paisagem cultural e natural da cidade tendo em conta o seu valor para o Turismo;
c) Conhecer as tipologias de cidade e de infraestruturas urbanas;
d) Conhecer alguns dos conflitos gerados entre turismo e cidade: comunidade de residentes e turistas.
e) Analisar a importância do produto "city breaks" no âmbito do Turismo em Portugal
f) Explorar o perfil do turista urbano
g) Refletir sobre os riscos e oportunidades face ao aumento dos números de turistas nas cidades.
h) Desenvolver estudo de caso aplicando os conhecimentos adquiridos.

Pré-Requisitos Recomendados

Não aplicável

Método de Ensino

A disseminação do conhecimento será realizada através de horas de contacto teórico-práticas que serão lecionadas através de exposição teórica relativas aos conteúdos gerais de cada unidade temática, complementada com a análise e discussão de estudos de caso (principalmente através da análise de artigos científicos), sessões seminário com oradores convidados e, se possível, visitas de estudo. Ocorrerão, ainda, sessões práticas de orientação de trabalhos a realizar pelos estudantes, individuais e em grupo, tanto no decurso das aulas, como no regime tutorial.
A aplicação do conhecimento terá como forte componente uma metodologia com base em projetos de investigação; trabalho de grupo; reflexão; brainstorming e esquemas conceptuais. De forma a facilitar o desenvolvimento do aluno será desenvolvido,também, feedback; contrato de aprendizagem e traçar perfis.

Conteúdos Programáticos

1. Conceitos e definições base: Definição de cidade. Definição de turismo urbano e evolução Semana 2. Quadro teórico e conceptual das relações entre paisagem. Entender o valor da paisagem cultural e natural da cidade
3. Diagnóstico de conflitos gerados entre turismo e cidade: comunidade de residentes e turistas.
4. Tipologias de cidades em termos turísticos; Tipologias de infraestruturas. Identificar estruturas de relevo na cidade.
5. City Break e importância do produto "city breaks" no âmbito do Turismo em Portugal.
6. Perfil do turista urbano. Riscos e oportunidades face ao aumento dos números de turistas nas cidades.
7. Estudo de caso.

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Ashworth, G. (2012). Do we understand Urban Tourism? Tourism Hospit 1:e117. doi:10.4172/2167-0269.1000e117

Costa, C., Albuquerque, H. (2017). Um novo modelo conceptual para o Turismo Urbano (capítulo 29). In Silva, F., Umbelino, J. Planeamento e Desenvolvimento Turístico. Edições Lidel 409-423

Dale Miller, Bill Merrilees & Alexandra Coghlan (2015) Sustainable urban tourism: understanding and developing visitor pro-environmental behaviours, Journal of Sustainable
Tourism, 23:1, 26-46, DOI: 10.1080/09669582.2014.912219

Öztürk, P. (2015),"Urban tourism and spatial segmentation in the field of restaurants: the case of Amsterdam", International Journal of Culture, Tourism and Hospitality Research, Vol. 9 Iss 2 pp. 85 – 102, http://dx.doi.org/10.1108/IJCTHR-09-2014-0074

Silva, F., Umbelino, J. (2017). Planeamento e desenvolvimento turístico. Lidel. Lisboa

United Nations. (2014). World Urbanization Prospects: The 2014 Revision. Highlights.

Bibliografia Complementar

http://www.ambitur.pt/opiniao-turismo-urbano-novos-desafios/

http://www.ambitur.pt/turismo-urbano-com-crescimento-acelerado/

Planificação Semanal

Semana 1: Conceitos e definições base: Definição de cidade. Definição de turismo urbano e evolução Semana 2: Quadro teórico e conceptual das relações entre paisagem. Entender o valor da paisagem cultural e natural da cidade
Semana 3. Diagnóstico de conflitos gerados entre turismo e cidade: comunidade de residentes e turistas.
Semana 4,5 e 6: Tipologias de cidades em termos turísticos; Tipologias de infraestruturas. Identificar estruturas de relevo na cidade.
Semana 7. City Break e importância do produto "city breaks" no âmbito do Turismo em Portugal.
Semana 8. Perfil do turista urbano. Riscos e oportunidades face ao aumento dos números de turistas nas cidades.
Semana 9. Distribuição de trabalho e de tarefas de recolha de informação, análise comparativa e avaliação de casos de estudo - o caso do Porto.
Semana 10, 11, 12, 13: Acompanhamento e orientação diferentes trabalhos individuais
Semana 14 e 15: Resultados e apresentação dos trabalhos e suas conclusões.

Coerência do programa para com os objetivos

Os conteúdos da UC estão organizados tendo em conta os objetivos a alcançar pelos estudantes. A divisão dos conteúdos programáticos em 6 diferentes pontos permitirá uma abordagem aglutinadora aos diversos contextos do turismo urbano, tendo em conta a paisagem, a cultura, as tipologias de turismo e as oportunidades vs problemas que podem surgir da relação entre turistas e residentes. O desenvolvimento de um estudo de caso prático na cidade do Porto permitirá consolidar os conhecimentos adquiridos em sala de aula.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

As metodologias de ensino adotadas são coerentes com os objetivos da unidade curricular, integrando um conjunto de atividades que permitem aos alunos possuir as ferramentas necessárias para consolidar os conhecimentos adquiridos. Em primeiro lugar, a utilização do método expositivo, associado ao método interativo permitirá ao aluno compreender os conceitos fundamentais da análise do turismo urbano expressos nos diversos objetivos da UC. A realização de um trabalho prático, com elaboração de um questionário e sua posterior aplicação na cidade do Porto permitirá aos estudantes um contacto mais real com as problemáticas do turismo urbano e aplicar os conhecimentos adquiridos num caso concreto.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Comportamento ético e responsávelSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
Preocupação com a qualidadeSimSim
Saber organizar, planear e gerirSimSim
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)