Como chegar
|
Contactos

Fundamentos de Hotelaria 2017/2018

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

Depois de concluída a unidade curricular, o aluno deverá ser capaz de:
- identificar e distinguir as características dos diferentes empreendimentos turísticos e da indústria da hospitalidade;
- reconhecer as características da organização de um hotel independente e de cadeia;
- reconhecer os vários tipos de contratos hoteleiros;
- identificar e distinguir os vários cenários de concorrência e ocupação hoteleira;
- calcular índices de referência para os resultados de um hotel;
- criticar construtivamente unidades de hotelaria e restauração, do ponto de vista profissional e como cliente;
- reconhecer a missão social dos serviços de hospitalidade

Pré-Requisitos Recomendados

nenhum

Método de Ensino

Nesta unidade curricular será utilizado o método expositivo para apresentar os conceitos base das unidades hoteleiras e da sua exploração como empresa.
Posteriormente, farão a organização de equipas que permitirá explorar a sua participação como organizadores e planeadores de equipas de uma unidade hoteleira. De seguida, através do exercício crítico e simulação da sua participação como cliente em reservas irão explorar os pontos críticos da oferta hoteleira no mercado nacional, sobre o qual farão um trabalho de grupo. De forma a melhor aferirem a sua capacidade crítica como profissionais e clientes, farão uma visita individual a uma unidade, que criticarão nas perspetivas de profissional e de cliente, confirmando os métodos participativo e ativo da unidade curricular.
Avaliação Mista
Exame final/Equivalente - Teste de Avaliação – 60%
Trabalho individual – 20%
Trabalho de Grupo – 20%

Conteúdos Programáticos

1. Introdução ao conceito de Hospitalidade e indústria hoteleira.
2. Requisitos mínimos em Hotelaria – Legislação em vigor.
3. Características do Serviço Hoteleiro.
4. Vendas em Hotelaria. A viagem hoteleira – antes, durante e depois da estadia.
5. Hotéis privados e Hotéis de Cadeia. Cadeia integradas e Soft-brands. Organização transversal da cadeia.Job-descriptions e Organograma de equipas numa unidade hoteleira.
6. Organização de equipas e horários.
7. Organização da infra-estrutura de uma unidade hoteleira
8. Conceitos base da gestão hoteleira e o vocabulário aplicado na gestão do dia-a-dia.
9. Reservas de Hotel e contratos hoteleiros.
10. Atitude ambiental em hotelaria.
11. Código de ética em Hotelaria.
12. Inquéritos de satisfação em serviços de hospitalidade

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

- Moreira, Isabel; A Excelência no Atendimento, Lidel, Lisboa 2010
- Rodrigues Costa; Introdução à Gestão Hoteleira, Lidel, Lisboa 2008
- Marques, J. Albano; Introdução à Hotelaria, , Civilização Editora, Porto 2007
- Rutherford, D.G., O’Fallon, M.J.; Hotel Management and Operations, John Wiley & Sons, Inc. New Jersey USA 2007
- Dahalia, N.N.; Fundamentals of Hotel Management and Operation, Pearl Books, New Delhi 2007
- Heppell, M.; 5Star Service – How to deliver exceptional customer service; Prentice Hall Businesses-Pearson, Harlow UK 2010
www.turismodeportugal.pt
www.turismodeportugal.pt
www.accor.com
www.bookings.com
www.hoteis.com
www.centraldereservas.com
www.querohotel.com
www.aportugal.com
www.kayak.com
www.expedia.com
www.pousadasdeportugal.pt
www.abreu.pt
www.turismodelisboa.pt

Bibliografia Complementar

a designar

Planificação Semanal

Aula nº 1: semana de acolhimento
Aula nº 2: semana de acolhimento
Aula nº 3: Apresentação dos alunos e do professor. Apresentação do programa da unidade curricular. Conceito de Hospitalidade.
Aula nº 4: Caracterização das várias empresas de Hospitalidade. Tendências de Hotelaria.
Aula nº 5: Viagem no hotel - perspetiva do cliente. Cadeias Hoteleiras
Aula nº 6: Caraterização do trabalho hoteleiro. Vocabulário Hoteleiro.
Aula nº 7: Viagem pelo hotel - Perspetiva do Hoteleiro. Departamentos Operacionais do Hotel.
Aula nº 8: Tratamento de reservas - informação base, normas e procedimentos.
Aula nº 9: Conceitos base de Gestão Hoteleira - exercícios de Aplicação.
Aula nº 10: Conceitos base de Gestão Hoteleira - exercícios de Aplicação.
Aula nº 11: Inquéritos de Qualidade em Hotelaria.
Aula nº 12: Legislação Base para Hotelaria.
Aula nº 13: Organização de pessoal em hotelaria. parte 1
Aula nº 14: Organização de pessoal - parte 2 - exercícios de aplicação.
Aula nº 15: Organização de pessoal - parte 3 - exercícios de aplicação.
Aula nº 16: visita de estudo
Aula nº 17: Apresentação dos Trabalhos de Grupo de "Reservas".
Aula nº 18: Apresentação dos Trabalhos de Grupo de "Reservas" - continuação.
Aula nº 19: Proteção Ambiental em Hotelaria.
Aula nº 20: Proteção Ambiental em Hotelaria - continuação.
Aula nº 21: Códigos de Ética em Hotelaria.
Aula nº 22: Atendimento a Clientes
Aula nº 23: visita de estudo
Aula nº 24: Visita de Estudo
Aula nº 25: revisões para o teste
Aula nº 26: Teste de avaliação

Coerência do programa para com os objetivos

A identificação e caracterização dos empreendimentos turísticos e da indústria da hospitalidade é essencial para a integração dos estudantes no meio que os
circundará seja nos exemplos académicos que estudarão, como nos momentos de contacto com as empresas que os acolherão nas várias unidades curriculares: Estágio em F&B, Projeto na Indústria da Hospitalidade, Seminário em Hospitalidade e Estágio em Hospitalidade. Desta forma, os pontos 1 a 7 do programa munirão aos estudantes de exemplos práticos. O contexto empresarial específico desta atividade é realçado nos pontos 8 a 12, onde os índices quantitativos e qualitativos são exemplificados. A missão social é evidenciada pelo conteúdo do ponto 13 com a caracterização dos serviços adaptados ao Turismo Inclusivo.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Face aos objetivos propostos e aos conhecimentos base na transmitir, não se poderá dispensar o método expositivo, além de exercícios académicos de simulação. No entanto, no processo de confirmação dos exemplos dados, e que estão patentes nas unidades hoteleiras e de restauração que preenchem o dia a- dia dos estudantes, é promovido o contacto direto com a realidade para que possam desenvolver um espírito crítico como profissionais e clientes. Os trabalhos práticos, orientados, promovem a pesquisa antes e após o contacto com essa realidade, permitindo que os estudantes possam confirmar o resultado das suas pesquisas, da sua experiência no contacto com a realidade, identificando, formalizando e sistematizando em exposições e trabalhos, as suas conclusões e a pertinência da matéria lecionada.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSim 
Capacidade de adaptação a novas situações  
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSim 
Capacidade de decisão  
Capacidade de investigação  
Competência em informática e uso de novas tecnologiasSimSim
Competência em língua estrangeiraSim 
Comportamento ético e responsável  
Comunicação oral e escritaSimSim
Conhecimento de outras culturas e costumes  
Criatividade  
Gestão da informação e da aprendizagem  
Liderança  
Relacionamento interpessoal  
Resolução de problemasSimSim
Trabalho em contexto internacional  
Trabalho em equipaSimSim
Valorização da diversidade e da multiculturalidade  
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.