Como chegar
|
Contactos

Economia Industrial e da Regulação 2017/2018

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

Os alunos devem ser capazes de descrever e explicar as determinantes das estruturas económicas dos mercados nomeadamente estruturas oligopolistas, as estratégias de concentração, e outros comportamentos estratégicos das empresas, que visam influenciar a estrutura do mercado onde operam. Devem ainda conseguir apresentar e explicar os instrumentos de intervenção governamental a nível de política Industrial e da Concorrência.

Pré-Requisitos Recomendados

Microeconomia; Análise Microeconomica de Mercados

Método de Ensino

Metodologia expositiva/ativa; metodologia interrogativa; Metodologia da Sala de Aula Invertida

Conteúdos Programáticos

1. Introdução
1.1. Definição de Economia Industrial
1.2. Questões Centrais da Economia Industrial
1.3. O Papel das Políticas Governamentais
1.4. Paradigma da Economia Industrial
2. Estruturas de Mercado
2.1. Concentração Horizontal
2.2. Concentração Vertical
2.3. Concentração Global
2.4. Medidas de Concentração
2.5. O Papel do Regime Jurídico e da Autoridade da Concorrência
3. Modelos de Oligopólio
3.1. Teoria dos Jogos
3.2. O Modelo de Cournot
3.3. O Modelo de Cournot: Aplicações
3.3.1 Cournot com Custos Marginais diferentes
3.3.2 Cournot com Investimento em I&D
3.3.3 Cournot com Investimento em Publicidade
3.3.4 Cournot com Bens Substitutos Imperfeitos
3.4. O Modelo de Bertrand
3.5. O Modelo de Stackelberg
3.6. Fusões Horizontais
4. Estruturas de Mercado e Comportamento das Empresas
4.1. Preço Limite
4.2. Proliferação de Produtos
4.3. Diferenciação de Produtos
4.4. Economia Experimental e Modelo de Hotelling – Alguns resultados.

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

"Industrial Organization: Contemporary Theory and Empirical Applications", 4th Edition. Lynne Pepall, Dan Richards, George Norman, 2008, Wiley-Blackwell
“Economia Industrial”, Luís Cabral; edição/reimpressão 2004. McGraw-Hill
Legislação sobre : “Regime Jurídico da Concorrência” , Decreto48/IX: http://www.concorrencia.pt/vPT/A_AdC/legislacao/Documents/Nacional/Lei_19_2012-Lei_da_Concorrencia.pdf

Bibliografia Complementar

“Modern Industrial Organization”, Dennis W. Carlton, Jeffrey M. Perloff,2005. Prentice-Hall.

Planificação Semanal

1
Apresentação
1.1 Definição de Economia Industrial
2
1.2. Questões Centrais da Economia Industrial
1.3. O Papel das Políticas Governamentais
1.4. Paradigma da Economia Industrial
3
2.1. Concentração Horizontal
4
2.2. Concentração Vertical
5
2.3. Concentração Global
2.4. Medidas de Concentração
2.5. O Papel do Regime Jurídico e da Autoridade da Concorrência
6
3.1. Teoria dos Jogos
7
3.2. Modelo de Cournot
3.3. Modelo de Cournot: Aplicações
3.3.1 Cournot com Custos Marginais diferentes
8
3.3. Modelo de Cournot: Aplicações
3.3.2 Cournot com Investimento em I&D
3.3.3 Cournot com Investimento em Publicidade
3.3.4 Cournot com Bens Substitutos Imperfeitos
9
Revisões para o primeiro teste da avaliação contínua.
Primeiro teste da avaliação contínua
10
3.4. O Modelo de Bertrand
3.5. O Modelo de Stackelberg
11
3.5. O Modelo de Stackelberg (Continuação)
3.6. Fusões Horizontais
12
4.1. Preço Limite
4.2. Proliferação de Produtos
13
4.3. Diferenciação de Produtos
14
Revisões para o segundo teste de Avaliação Contínua
Segundo teste da avaliação contínua
15
4.4. Economia Experimental e Modelo de Hotelling – Alguns resultados

Coerência do programa para com os objetivos

A sequência dos conteúdos programáticos da unidade curricular estão adaptados aos objectivos, fazendo inicialmente uma apresentação de Conceitos Introdutórios nos pontos 1.1, 1.2 e 1.4; explicam-se os instrumentos de intervenção governamental a nível de política Industrial e da Concorrência no ponto 1.3, seguindo-se a abordagem aos temas relacionados com as estruturas de mercado (determinantes das estruturas económicas dos mercados nomeadamente as estratégias de concentração) no ponto 2, passando às estruturas oligopolistas no ponto 3, e no ponto 4 abordam-se os temas do comportamento estratégico das empresas.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Na medida em que os objectivos propostos se concentram na descrever e explicar as determinantes das estruturas económicas dos mercados, a metodologia adoptada cumpre aqueles objectivos, iniciando com explicações teóricas seguidas de aplicação a casos reais, nomeadamente notícias sobre os temas lecionados por forma a demonstrar a importância bem como a atualidade dos mesmos. No final de cada capítulo, e utilizando a plataforma Kahoot, os alunos terão a oportunidade de se testarem em relação aos conteúdos da Unidade Curricular, confrontando depois as suas opções com o resto da turma.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSimSim
Capacidade de decisãoSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
CriatividadeSimSim
Gestão da informação e da aprendizagemSimSim
Preocupação com a eficáciaSimSim
Preocupação com a qualidadeSimSim
Resolução de problemasSimSim
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.