Como chegar
|
Contactos

Modelos de Intervenção Socioeducativa 2017/2018

  • 6 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

1. Compreender a especificidade e multiplicidade da intervenção socioeducativa como prática contextualizada da Educação Social;
2. Reconhecer a promoção do desenvolvimento humano integral como objetivo geral de toda a intervenção socioeducativa;
3. Analisar e confrontar paradigmas e modelos da intervenção socioeducativa;
4. Identificar domínios específicos da intervenção socioeducativa;
5. Distinguir os diversos níveis de intervenção (individual, grupal e institucional/organizacional) e suas implicações para a conceção e implementação de programas/projetos de intervenção;
6. Conhecer a organização sequencial e hierárquica das fases de planificação e avaliação de um programa/projeto de intervenção;
7. Desenvolver competências de análise e avaliação crítica de projetos de intervenção socioeducativa.

Pré-Requisitos Recomendados

não aplicável

Método de Ensino

Nas aulas de natureza teórico-prática adotar-se-á uma combinação de metodologias de ensino ativas, tendo em consideração as necessidades de aprendizagem dos estudantes. Recorrer-se-á a uma abordagem expositiva dos conteúdos programáticos com a respetiva exploração e debate por parte dos estudantes. Fomentar-se-á o pensamento crítico e as capacidades de argumentação e problematização dos conteúdos programáticos com recurso, entre outros, à realização de trabalhos em pares e de grupo, à leitura e interpretação de textos fornecidos pela docente, análise e discussão de estudos de caso.

Conteúdos Programáticos

1. A intervenção socioeducativa como prática contextualizada da Educação Social
1.1. O papel do educador social como agente de mudança
1.2. Especificidade e multiplicidade da intervenção socioeducativa
2. Modelos de intervenção socioeducativa: perspetiva histórica;
3. Paradigmas de conceptualização da intervenção socioeducativa
4. Intervenção socioeducativa e contextos específicos de intervenção: objetivos, modalidades e agentes
5. Metodologia da intervenção socioeducativa:
5.1. Plano, programa e projeto: delimitação conceptual e operativa
5.2. Fases e processos da intervenção socioeducativa: diagnóstico, conceção, planificação, implementação e avaliação de resultados
5.3. Investigação-ação como metodologia de intervenção
6. Intervenção socioeducativa e mudança social: análise de projetos de intervenção comunitária

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Carvalho, A. & Baptista, I. (2008). Educação Social: fundamentos e estratégias. Porto: Porto Editora.
Ramos, E. (2005). Una revisión sobre algunas metodologías de intervención socioeducativa. Revista de Educación, 7, 25-41. ISSN: 1575 - 0345.
Robertis, C. (2011). Metodologia da Intervenção em Trabalho Social. Porto: Porto Editora.
Serrano, G. (2014). Elaboração de projetos sociais (12ª edição). Porto: Porto Editora.
Weber, P. (2011). Dinâmicas e práticas do trabalhador social. Porto: Porto Editora.

Bibliografia Complementar

\-\\-\-

Planificação Semanal

Semana 1 (2h T + 2h TP)
Apresentação da unidade curricular: objetivos de aprendizagem, conteúdos curriculares a desenvolver ao longo do semestre; tipo de avaliação; bibliografia recomendada.
A intervenção socioeducativa como prática contextualizada da Educação Social: o papel do educador social como agente de mudança
Semana 2 (2h T + 2h TP)
A intervenção socioeducativa como prática contextualizada da Educação Social: especificidade e multiplicidade da intervenção socioeducativa
Semana 3 (2h T+ 2TP)
Modelos de intervenção socioeducativa: perspetiva histórica
Semana 4 (2h T + 2h TP)
Paradigmas de conceptualização da intervenção socioeducativa.
Semana 5 (2h T + 2h TP)
Intervenção socioeducativa e contextos específicos de intervenção: objetivos, modalidades e agentes.
Semana 6 (2h T+ 2hTP)
Metodologia da intervenção socioeducativa: Plano, programa e projeto: delimitação conceptual e operativa
Semana 7 (2h T + 2 h TP)
Metodologia da intervenção socioeducativa:
- Fases e processos da intervenção socioeducativa: diagnóstico, conceção, planificação, implementação e avaliação de resultados
Semana 8 (2h TP + 2 h T)
Metodologia da intervenção socioeducativa:
- Fases e processos da intervenção socioeducativa: diagnóstico, conceção, planificação, implementação e avaliação de resultados
Semana 9 (2h TP + 2 h T)
Metodologia da intervenção socioeducativa:
- Fases e processos da intervenção socioeducativa: diagnóstico, conceção, planificação, implementação e avaliação de resultados
Semana 10 (2h TP + 2h T)
Metodologia da intervenção socioeducativa:
Investigação-ação como metodologia de intervenção
Semana 11 (2h T+2hTP)
Teste de avaliação.
Intervenção socioeducativa e mudança social: análise de projetos de intervenção comunitária
Semana 12 (2h T + 2h TP)
Intervenção socioeducativa e mudança social: análise de projetos de intervenção comunitária.
Semana 13 (2hTP+2hT)
Intervenção socioeducativa e mudança social: análise de projetos de intervenção comunitária.
Semana 14 (2hTP+ 2hT)
Intervenção socioeducativa e mudança social: análise de projetos de intervenção comunitária.
Semana 15 (2hTP+2T)
Apresentação e discussão de trabalhos.
Encerramento da unidade curricular.

Coerência do programa para com os objetivos

De modo a atingir o objetivo 1 será abordado o conteúdo curricular “A intervenção socioeducativa como prática contextualizada da Educação Social”.
O conteúdo curricular “Modelos de intervenção socioeducativa: perspetiva histórica” permitirá o desenvolvimento do objetivo 2. A lecionação do conteúdo curricular “Paradigmas de conceptualização da intervenção socioeducativa” permitirá a concretização do objetivo 3. A abordagem do conteúdo “Intervenção socioeducativa e contextos específicos de intervenção: objetivos, modalidades e agentes” permitirá aos estudantes a prossecução do objetivo 4. O conteúdo curricular “Metodologia da intervenção socioeducativa” permitirá a operacionalização dos objetivos 5 e 6. De modo a prosseguir o objetivo 7, insere-se ponto específico sobre “Intervenção socioeducativa e mudança social”, analisando projetos concretos de intervenção comunitária”.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

A metodologia adotada é coerente com os conteúdos programáticos e com os objetivos previstos, tentando conciliar a aquisição de conceitos básicos fundamentais através do método expositivo dialogado, mas, ao mesmo tempo, procurando operacionalizar esses conceitos através da pesquisa e análise da realidade socioeducativa.
A leitura e interpretação de textos fornecidos pela docente, seguido de debate em grande grupo com os estudantes permitirão aos mesmos “Compreender a especificidade e multiplicidade da Intervenção Socioeducativa como prática contextualizada da Educação Social” e “Reconhecer a promoção do desenvolvimento humano integral como objetivo geral de toda a Intervenção Socioeducativa”.
Uma abordagem expositiva, com recurso a PowerPoint permitirá aos estudantes “Distinguir os diversos níveis de intervenção e suas implicações para a conceção e implementação de programas/projetos de intervenção” e “conhecer a organização sequencial e hierárquica das fases de planificação e avalia

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e síntese Sim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricos Sim
Capacidade crítica e de avaliação Sim
Capacidade de iniciativa e espírito empreendedor  
Competência em língua estrangeira  
Comportamento ético e responsável  
Comunicação oral e escrita Sim
Gestão da informação e da aprendizagem  
Preocupação com a qualidade Sim
Saber organizar, planear e gerir Sim
Trabalho em equipa  
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.