Como chegar
|
Contactos

Finanças Internacionais 2017/2018

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Mista

Objetivos

O aluno deve ser capaz de:
- Dominar os instrumentos básicos necessários à compreensão do funcionamento do mercado de câmbios;
- Conhecer os instrumentos passíveis de ser utilizados na cobertura a prazo do risco da taxa de câmbio e das taxas de juro;
- Compreender e aplicar as diferentes técnicas e operações de cobertura dos riscos cambial e de taxa de juro, através da utilização dos instrumentos de cobertura;
- Saber analisar e avaliar o funcionamento dos contratos de balcão;
- Entender e saber avaliar as diferentes técnicas de pagamento e recebimento em comércio internacional.

Pré-Requisitos Recomendados

Nada a referir.

Método de Ensino

Adotar-se-á uma metodologia caracterizada pela coexistência do modelo expositivo com o modelo interativo.
Incentivar-se-á a participação ativa dos alunos nas aulas.
Como estratégia para a prossecução dos objetivos da disciplina, promover-se-á a realização de trabalhos práticos com apresentação na própria aula.
Os alunos serão incentivados a desenvolver uma atividade de permanente pesquisa bibliográfica depois de obterem a necessária orientação.
Nas aulas práticas incentivar-se-á a independência no raciocínio e na resolução de exercícios práticos.

Conteúdos Programáticos

1. Enquadramento das finanças internacionais
1.1 Evolução histórica do Sistema Monetário Internacional
1.2 O Sistema Monetário Europeu e o euro
1.3 Os mercados de capitais globais e a organização dos negócios internacionais
2. Mercado de câmbios
2.1 Funções, caracterização e participantes
2.2 Taxa de câmbio
2.3 Rácios cruzados
2.4 Taxas de câmbio à vista e a prazo
2.5 Previsão das taxas de câmbio a prazo
2.6 Exercícios Práticos
3. Riscos nos mercados financeiros internacionais
3.1 Risco cambial
3.2 Risco de taxa de juro
3.3 Risco de crédito
3.4 Risco de liquidez
3.5 Outros riscos
3.6 Exercícios Práticos
4. Estratégias de atuação nos mercados financeiros
4.1 Arbitragem
4.2 Especulação
4.3 Cobertura do risco ou hedging
4.4 Exercícios Práticos
5. Instrumentos financeiros de cobertura de risco
5.1 Contratos de balcão
5.2 Exercícios Práticos
6. Operações bancárias do comércio internacional
7. Decisões de investim

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

•Eun, C., Resnick, B. (2011), International Financial Management, New York: McGraw-Hill/Irwin, 6th edition.
•Eiteman, D., Stonehill, A., Moffet, M. (2006), Multinational Business Finance, Reading: Adisson-Wesley Publishing Company, 10th edition.
• Pacheco, L.; Tavares, F.; Salazar, V.; Vieira, E.; Peguinho, C. (2017). Finanças Internacionais – Teoria e Prática. Editora Sílabo, ISBN: 978-972-618-902-2.
•Pinho, J., Soares, I. (2007): Finanças – Mercados e Instrumentos, Lisboa: Edições Sílabo.
•Silva, E.; Mota, C.; Queirós, M.; Pereira, A. (2013). Finanças e Gestão de Riscos Internacionais, Porto: Editora Vida Económica, 1ª Edição.

Bibliografia Complementar

•Feenstra, R.; Taylor, A. (2012). International Economics, Worth Publishers, 2nd ed.,.
•Krugman, P.; Obstfeld, M.; Melitz, M.; (2012). International Economics: Theory and Policy, Pearson, 9th ed..

Planificação Semanal

1
1. Enquadramento das finanças internacionais
1.1 Evolução histórica do Sistema Monetário Internacional
1.2 O Sistema Monetário Europeu e o euro
1.3 Os mercados de capitais globais e a organização dos negócios internacionais
2
2. Mercado de câmbios
2.1 Funções, caracterização e participantes
2.2 Taxa de câmbio
2.2.1 Forma de apresentação das moedas
2.2.2 Taxas cambiais de compra e de venda

3
2.2.3 Formas de cotação
2.3 Rácios cruzados
2.3.1 Rácios cruzados diretos
2.3.2 Rácios cruzados indiretos

4
2.4 Taxas de câmbio à vista e a prazo
2.5 Previsão das taxas de câmbio a prazo
2.5.1 Teoria dos mercados eficientes
2.5.2 Formação das taxas de câmbio a prazo

5
2.5.3 Moedas a prémio e moedas a desconto
2.5.4 Moedas sobrevalorizadas e subvalorizadas
2.6 Exercícios Práticos

6
3. Riscos nos mercados financeiros internacionais
3.1 Risco cambial
3.2 Risco de taxa de juro
3.3 Risco de crédito
3.4 Risco de liquidez
3.5 Outros riscos
3.6 Exercícios Práticos

7
4. Estratégias de atuação nos mercados financeiros
4.1 Arbitragem
4.1.1 Operações de arbitragem cambial
4.1.2 Operações de arbitragem no conjunto dos mercados financeiros

8
4.1.3 Operações de arbitragem à vista e a prazo
4.2 Especulação

9
4.3 Cobertura do risco ou hedging
4.3.1 Cobertura do risco cambial
4.3.2 Cobertura do risco de taxa de juro
4.4 Exercícios Práticos

10
5. Instrumentos financeiros de cobertura de risco
5.1 Contratos de balcão
5.1.1 Contratos forward
5.1.2 Forward rate agreements

11
5.1.3 Swaps
5.1.4 Caps, floors e collars
5.2 Exercícios Práticos

12
6. Operações bancárias do comércio internacional
6.1 Transferências bancárias
6.2 Cheques bancários
6.3 Letras de câmbio
6.4 Remessas documentárias
6.5 Cartas de crédito documentárias
6.6 Exercícios Práticos

13
7. Decisões de investimento internacional
7.1 Investimento direto estrangeiro
7.1.1 Introdução às questões levantadas pelo investimento direto estrangeiro
7.1.2 O risco político nos investimentos diretos internacionais e formas de o gerir

14
7.2 Gestão financeira de empresas multinacionais
7.2.1 Mecanismos de transferência de fundos ao nível dos investimentos internacionais
7.2.2 Instrumentos para contornar o congelamento de fundos

15
7.2 Exercícios Práticos

Coerência do programa para com os objetivos

Os conteúdos programáticos são coerentes com os objetivos que se pretendem atingir. Assim, para os objetivos de dominar os instrumentos básicos necessários à compreensão do funcionamento do mercado de câmbios e conhecer os instrumentos passíveis de ser utilizados na cobertura a prazo do risco da taxa de câmbio e das taxas de juro, são estudados os conceitos subjacentes ao mercado de câmbios e seus conceitos básicos, e as estratégias de arbitragem e de especulação com a realização dos respetivos exercícios práticos. A fim de compreender e aplicar as diferentes técnicas e operações de cobertura dos riscos cambial e de taxa de juro, através da utilização dos instrumentos de cobertura, são apresentadas as caraterísticas, funções e funcionamento dos mercados à vista e a prazo, o risco cambial e de taxa de juro, criando diferentes cenários de tomada de decisões.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Para todos os objetivos da aprendizagem é utilizado o método expositivo com debate de ideias e expressão de opinião fundamentada. Através da utilização de uma metodologia expositiva, com um modelo interativo e com o incentivo a participação dos alunos visa-se a operacionalização de conceitos e o conhecimento do mercado de câmbios e das estratégias de arbitragem e de especulação. Os alunos ao serem incentivados a desenvolver uma atividade de permanente pesquisa, desenvolvem capacidades no âmbito dos mercados à vista, dos mercados a prazo e nomeadamente nos aspetos técnicos de cotações à vista e a prazo reestruturação de débitos / créditos, e técnicas de gestão de risco cambial e de taxas de juro. Através do debate de ideias e da permanente resolução de problemas, visa-se compreender e analisar a construção de um cabaz de moedas e o funcionamento de contratos de swaps e fra’s, bem como as técnicas de pagamento e recebimento em comércio internacional.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSim 
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSim 
Capacidade de decisãoSim 
Capacidade de investigaçãoSim 
Competência em informática e uso de novas tecnologiasSim 
Competência em língua estrangeiraSim 
Comportamento ético e responsável  
Comunicação oral e escritaSimSim
Gestão da informação e da aprendizagemSim 
Liderança  
Preocupação com a eficácia  
Preocupação com a qualidade  
Relacionamento interpessoal  
Resolução de problemasSimSim
Saber organizar, planear e gerir  
Trabalho em equipa  
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)