Como chegar
|
Contactos

Psicologia da Saúde, Stress e Coping 2016/2017

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Mista

Objetivos

- Conhecer as especificidades e complementaridades da Psicologia da Saúde e Psicologia da Clínica e suas aplicações;
- Compreender os principais modelos em saúde;
- Conhecer o conceitos de stress e coping, os sinais e sintomas associados, assim como, as várias consequências associadas;
- Identificar fatores da personalidade associados ao stress e o seu impacto na promoção da saúde e prevenção da doença.
- Desenvolver competências de avaliação e intervenção no stress, nomeadamente nos processos envolvidos nos comportamentos de saúde/doença e em condições clínicas.

Pré-Requisitos Recomendados

Não tem pré-requisitos.

Método de Ensino

A unidade curricular será leccionada em aulas de carácter teórico-prático em que serão adoptadas técnicas expositivas e participativas. Haverá sessões práticas de aplicação de técnicas de avaliação e intervenção psicológica.

Conteúdos Programáticos

1 – Psicologia da Saúde:
1.1 – Definição e fundamentos
1.2 – Distinção entre Psicologia da Saúde e Psicologia Clínica
1.3 – Modelos interaccionistas e multifactoriais em saúde

2 – Stress e Coping:
2.2 – Conceito de stress
2.3 – Sinais e sintomas de stress
2.4 – Circunstâncias indutoras de stress
2.5 – Alterações biológicas, cognitivas, emocionais e comportamentais, geradas pelo stress.
2.6 – Diferentes modalidades de coping
2.7 – Personalidade e stress

3 – Avaliação e Intervenção Psicológica no Stress:
3.1 – A 23 QVS (escala de vulnerabilidade ao stress)
3.2 – Entrevista clínica
3.3 – Estratégias de Intervenção Preventivas
3.4 – Estratégias de intervenção Remediativas

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Ramos, N. (2004). Psicologia Clínica e da Saúde. Universidade Aberta.

Serra, A. V. (2011). O stress na vida de todos os dias. 3ª ed. Coimbra: Quarteto

Guerra, M . P. (2014). Intervir em Grupos na Saúde. Lisboa:Climepsi Editores.

Ogden, J. (1999). Psicologia da Saúde. Lisboa: Climepsi Editores.

Strauf, R. O. (2007). Health Psychology: a biopsychosocial approach. New York: Worth.

Trindade, I. & Teixeira, J. (2000). Psicologia nos cuidados de saúde primários. Lisboa: Climepsi Editores.

Bibliografia Complementar

Bennett, P. (2002). Introdução Clínica à Psicologia da Saúde. Manuais Universitários. Lisboa: Climepsi Editores.

Lazarus, R. (1966). Psychological Stress and the Coping Process. New York: McGrawHill.

McIntyre T. (1994). Psicologia da Saúde: Áreas de intervenção e perspectivas futuras. Braga: APPORT.

Planificação Semanal

Semana 1

Apresentação do programa da unidade curricular, método de avaliação e bibliografia recomendada.

Semana 2

Psicologia da Saúde: Definição e fundamentos; Distinção entre Psicologia da Saúde e Psicologia Clínica.
Modelos interaccionistas e multifactoriais em saúde.

Semana 3
Stress e Coping: Conceito de stress; Sinais e sintomas de stress; Circunstâncias indutoras de stress

Semana 4

Alterações biológicas, cognitivas, emocionais e comportamentais, geradas pelo stress.

Semana 5
Diferentes modalidades de coping. Personalidade e stress.
Avaliação Psicológica no Stress:
- A entrevista clínica
- A 23 QVS (escala de vulnerabilidade ao stress)

Semana 6

Estratégias de Intervenção Remediativas

Semana 7

Mini-teste

Semana 8

Programa "Eu e os Outros" (Psicólogas convidadas da ARS-Norte)


Semana 9

Programa "Eu e os Outros" (Psicólogas convidadas da ARS-Norte)


Semana 10

Programa "Eu e os Outros" (Psicólogas convidadas da ARS-Norte)


Semana 11

Programa "Eu e os Outros" (Psicólogas convidadas da ARS-Norte)


Semana 12

Programa "Eu e os Outros" (Psicólogas convidadas da ARS-Norte)


Semana 13

Programa "Eu e os Outros" (Psicólogas convidadas da ARS-Norte)

Semana 14

Estratégias de Intervenção Remediativas

Semana 15

Revisões da matéria leccionada ao longo do semestre

Coerência do programa para com os objetivos

Num primeiro momento, serão expostos os conteúdos acerca das especificidades e complementaridades da Psicologia da Saúde e da Psicologia Clínica, das suas especificidades, principais modelos, assim como dos conceitos de stress e coping, dos sinais e sintomas associados e consequências associadas e, a identificação de fatores da personalidade associados ao stress. Depois da aquisição destes conhecimentos, seguem-se momentos de prática de avaliação e intervenção, que permitirão o desenvolvimento de competências neste âmbito.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

Uma vez que se pretende que os estudantes adquiram conhecimentos teóricos de conceitos e modelos da Psicologia da Saúde, Stress e Coping, a metodologia de ensino será numa primeira fase, expositiva, seguindo-se o desenvolvimento de competências de avaliação e intervenção, com recurso ao role-play, permitindo aos estudantes o ensaio dessas mesmas estratégias.

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Análise e sínteseSimSim
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade crítica e de avaliaçãoSimSim
Capacidade de adaptação a novas situaçõesSim 
Capacidade de auto-critica e de auto-avaliaçãoSim 
Capacidade de decisãoSim 
Capacidade de iniciativa e espírito empreendedorSim 
Capacidade de investigaçãoSimSim
Capacidade negocial  
Competência em informática e uso de novas tecnologiasSimSim
Competência em língua estrangeiraSim 
Comportamento ético e responsávelSimSim
Comunicação oral e escritaSimSim
Conhecimento de outras culturas e costumes  
CriatividadeSim 
Gestão da informação e da aprendizagemSim 
Liderança  
Preocupação com a eficáciaSim 
Preocupação com a qualidadeSimSim
Relacionamento interpessoalSim 
Saber organizar, planear e gerirSimSim
Trabalho em contexto internacional  
Trabalho em equipaSimSim
Valorização da diversidade e da multiculturalidade  
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.