Como chegar
|
Contactos

Psicologia das Organizações 2016/2017

  • 5 ECTS
  • Lecionada em Português
  • Avaliação Contínua

Objetivos

I. Conhecer e explicar as origens e a perspetiva histórica da psicologia das Organizações, bem como o seu
enquadramento atual à luz do modelo europeu (ENOP).
II. Discriminar os diferentes modelos teóricos da Psicologia das Organizações e os contributos de cada um
para a evolução da área de estudo, percebendo diferenças e implicações nas diferentes formas de intervir e
conhecer as organizações.
III. Conhecer detalhadamente as dimensões organizacionais (liderança, motivação no trabalho, clima, cultura,
estruturas organizacionais) com vista a reconhecer as suas implicações nas organizações, permitindo realizar
diagnósticos organizacionais e reconhecer problemáticas micro e macro nas organizações.
IV. Conhecer características de organizações em mudança, discriminar estratégias de intervenção nas organizações e distinguir o papel do psicólogo nas organizações.
V. Treinar competências de análise às problemáticas da psicologia das organizações.

Pré-Requisitos Recomendados

Sem pré-requisitos

Método de Ensino

Nesta unidade curricular será implementada uma metodologia de ensino ativa com recurso à utilização de estratégias de ensino e aprendizagem que proporcionem o envolvimento dos alunos. Especificamente serão realizadas aulas expositivas, atividades de exploração de leitura, exercícios de conhecimento e análise de estudos de caso. A avaliação será continua e baseada na aquisição de competências através do desenvolvimento de trabalhos e exercícios na sala de aula, contemplando 2 mini-testes 35%+35% e 1 trabalho de grupo 30%. Haverá participação de convidados nas aulas que apresentarão as suas organizações e o trabalho do psicólogo das organizações.Os estudantes visitarão uma organização.

Conteúdos Programáticos

1. Sobre a psicologia das Organizações ( Perspectiva histórica da Psicologia das Organizações; Origens, definição do objeto de estudo; o modelo da ENOP (European Network of Work and Organizational Psychology. Organização: conceito e elementos caraterizadores)
2. Modelos clássicos das Organizações
3. Teoria geral dos sistemas nas Organizações.
4. Metáforas nas organizações
5. Teorias de Liderança
6. Motivação no contexto de trabalho
7. Confiança e justiça organizacional
8. Clima e cultura organizacional
9. Mudança e Intervenção Organizacional
10. Compromisso organizacional
11. Papel do psicólogo das organizações

Bibliografia e Webgrafia Recomendada

Ferreira, J.M., Neves, J. & Caetano, A. (2001). Manual de psicossociologia das organizações. Lisboa: McGraw-Hill
Ferreira, Ana Teresa (2014). Perceções do sistema de gestão de recursos humanos e o compromisso organizacional. Tese de Doutoramento. Braga: Universidade do Minho.
Pina e Cunha, Miguel; Rego, Arménio & Cabral-Cardoso (2007). Tempos Modernos. Lisboa. Edições Silabo.
Gomes, J.; Pina e Cunha, M.; Rego, A.; Campos e Cunha, R.; Cabral-Cardoso, C. & Marques, C. (2008). “Manual de Gestão de Pessoas e do Capital Humano”. Lisboa: Edições Sílabo.
Dan Ariely, Emir Kamenica and Drazen Prelec (Forthcoming), "Man's Search for Meaning: The Case of Legos". Journal of Economic Behavior and Organization.
Steve Hoeffler, Dan Ariely, and Pat West (2006) "Path Dependent Preferences: The Role of Early Experience and Biased Search in Preference Development"". Organizational Behavior and Human Decision Processes. Vol. 101, No. 2: p. 215 - 229.

Bibliografia Complementar

Ferreira, Ana Teresa et al. (2010). Managers perceptions about employees acceptance of HR practices and its interactions with modifications in the HR system. In S. Menon (Ed.) Competing values in an uncertain environment: Managing the paradox.International Society for the Study of Work & Organizational Values (pp. 70-76).

Planificação Semanal

SEMANA 1 E 2.
Apresentação do docente e da ficha de unidade curricular.
1. Sobre a psicologia das Organizações ( Perspectiva histórica da Psicologia das Organizações; Origens, definição do objeto de estudo; o modelo da ENOP (European Network of Work and Organizational Psychology. Organização: conceito e elementos caraterizadores)
Aula expositiva, exercicios de conhecimento, reflexões, brainstorming,revisão da literatura.
Inicio do desenvolvimento dos trabalhos praticos com supervisão,revisão de literatura.
Semana3
2. Modelos clássicos das Organizações: Taylor.
Aula expositiva e exercicios em grupo. Organização dos trabalhos práticos dos estudantes, exercícios de conhecimento, revisão da literatura e discussão critica. Definição das datas de apresentação dos trabalhos de grupo.
Semana 3
Henry Fayol e a função administrativa. A Escola das Relações Humanas: Elton Mayo. As experiências de Hawthorne. Aulas expositivas e com exercicios práticos. Discussão critica e discriminação teórico-prática das diferentes teorias históricas da psicologia das organizações. Inicio da apresentação por parte dos estudantes dos seus trabalhos práticos em grupo. Apresentação oral, discussão de conhecimentos, discussão critica.
Semana 4 e 5
3. Teoria geral dos sistemas nas Organizações.
4. Metáforas nas organizações. Aulas expositivas e com exercicios práticos.
Trabalhos praticos dos estudantes: Exercicios praticos e discussão de conhecimentos, discussão critica.
Semana 6
Teorias de Liderança
5.A liderança como um traço de personalidade. A liderança como um conjunto de comportamentos. Orientação para as pessoas e orientação para a tarefa: Escola de Ohio. A grelha gerencial de Blake & Mouton. Modelos contingenciais: Fiedler; Hersey & Blanchard.
Aulas expositivas, exercicios individuais e em grupo privilegiando o método interrogativo e activo. Trabalhos práticos dos estudantes: Apresentação oral, exercicios praticos e discussão de conhecimentos, discussão critica.
Semana 7

Teste

5. Motivação no contexto de trabalho: Teorias de conteúdo: modelo de Maslow, teoria de Herzberg. Teorias do processo: Teoria da expetativa de Vroom e teoria da perceção de inequidade de Stacey Adams. Aula expositiva, exercicios individuais e em grupo privilegiando o método interrogativo e activo. Trabalhos praticos dos estudantes: Apresentação oral, exercicios praticos e discussão de conhecimentos, discussão critica.
Semana 8
Exercícios experimentais. Replicação dos trabalhos de Ariely.
7. Confiança e justiça organizacional. Aula expositiva, exercicios individuais e em grupo privilegiando o método interrogativo e activo.
Semana 9
Exercícios experimentais: Continuação da replicação de trabalhos de Ariely. Confiança organizacional e Justiça. Motivação como resultado. Trabalhos práticos dos estudantes: Apresentação oral, exercicios praticos e discussão de conhecimentos, discussão critica.
Semana 10 e 11
Confiança organizacional e justiça
Aula expositiva, exercicios individuais e em grupo privilegiando o método interrogativo e activo. Apresentações de casos reais para estudo e análise.
Trabalhos práticos dos estudantes:, exercícios práticos e discussão de conhecimentos,
discussão critica.
Semana 12
8. Clima e cultura organizacional
Semana 13
9. Mudança e Intervenção Organizacional
Aula expositiva, exercicios individuais e em grupo privilegiando o método interrogativo e activo. Apresentações de casos reais para estudo e análise.
Trabalhos praticos dos estudantes: Apresentação oral, exercicios praticos e discussão de conhecimentos,
discussão critica.
Semana 14 e 15
Apresentação dos trabalhos de grupo.

Coerência do programa para com os objetivos

Os conteúdos programáticos apresentados sobre a psicologia das organizações vão ao encontro do objetivo I,
enquanto o estipulado nos conteúdos inerentes aos modelos clássicos das organizações remetem ao
cumprimento dos objetivos 2. Quanto aos conteúdos das diferentes dimensões organizacionais (liderança,
motivação no trabalho, clima, cultura, estruturas organizacionais e poder) vão de encontro ao objetivo 3. Os
conteúdos apresentados sobre teoria das trocas sociais, confiança organizacional e o papel do psicologo nas
organizações vão de encontro ao objetivo 4. Os conteúdos relacionados com a justiça organizacional, confiança, compromisso e desempenho serão trabalhados nos trabalhos de grupo que serão realizadas pelos estudantes, contribuindo ainda para o objetivo V de treinar competências de análise de problemáticas em organizações.

Coerência dos métodos de ensino para com os objetivos

As metodologias de ensino aulas expositivas, atividades de exploração de leitura, exercícios de conhecimento
permitirão ao aluno “Conhecer e explicar as origens e a perspetiva histórica da psicologia das Organizações,
bem como o seu enquadramento atual à luz do modelo europeu (ENOP)” e “Discriminar os diferentes modelos
teóricos da Psicologia das Organizações e os contributos de cada um para a evolução da área de estudo,
percebendo diferenças e implicações nas diferentes formas de intervir e conhecer as organizações”. Por seu
turno, será através de simulações de intervenção (estudos de caso), visualizações de videos e exposições teóricas que o aluno
será capaz de “Conhecer detalhadamente as dimensões organizacionais (liderança, motivação no trabalho,
clima, cultura, estruturas organizacionais) com vista a reconhecer as suas implicações nas organizações,
permitindo realizar diagnósticos organizacionais e reconhecer problemáticas micro e macro nas organizações.”

competência genérica relevantedesenvolvida?avaliada?
Aptidão para aplicação na prática dos conhecimentos teóricosSimSim
Capacidade de investigaçãoSimSim
Comunicação oral e escrita  
CriatividadeSimSim
Preocupação com a eficáciaSimSim
Preocupação com a qualidadeSimSim
Trabalho em equipaSim 
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.