Como chegar
|
Contactos

Newsletter DICT fevereiro 2013

BIG DATA ANALIST: a sua nova Profissão?

Para além de se apresentar como um dos hypes mais fortes no sector das Tecnologias de Informação, a área do BIG DATA é, com grande probabilidade, um dos segmentos em que a procura de profissionais é maior. Com efeito, só nos EUA a previsão é de que, em 2018, poderá haver falta de entre 140 mil a 190 mil pessoas com profundas capacidades analíticas, para explorar o potencial aberto pela disponibilidade de quantidades massivas de dados, complexos, heterogéneos e em tempo real. Tal facto criará a necessidade de um novo profissional “Cientista de Dados”, com uma formação completa em ciências da computação, matemática e estatística. Esse profissional terá uma forte procura tanto nos sectores do Governo e Defesa, na Investigação e também nos diversos segmentos do Sector Privado da Economia (Banca, Telecomunicações, Retalho, Indústria Farmacêutica, …).

Para conhecer as tendências deste Mercado que desponta, a Universidade Portucalense irá organizar um seminário, no próximo dia 4 Abril às 14,30h (auditório 201), que reunirá alguns dos players mais relevantes, sejam eles fabricantes de tecnologia ou organizações que estão a implementar soluções concretas de BIG DATA.


Formação Pós-graduada

O DICT, ciente da necessidade de formação ao longo da vida nos dias de hoje e cada vez mais no futuro, considera muito importante o incremento da oferta de cursos que se orientem para a formação deste público-alvo. Assim, este ano letivo, lançou um conjunto de diferentes tipos de ações: workshops com duração curta e que visam uma sensibilização para o tema emergente a ser abordado, ações de formação acreditadas para professores, formação especializada destinada mais para executivo.

Estas diferentes ações têm candidaturas abertas e irão ser publicitadas na página da UPT. No entanto, qualquer informação adicional poderá ser solicitada a M. João Ferreira (mjoao@upt.pt) ou a Fernando Moreira (fmoreira@upt.pt).


FORMAÇÃO EM E-LEARNING

Durante o corrente ano letivo arrancaram as primeiras experiências de formação a distancia no DICT; ocorreu no 1º ciclo, em duas unidades curriculares, e na formação pós-graduada acreditada para professores através de dois cursos, “Ferramentas digitais”, a decorrer, e “A inovação da prática pedagógica” a iniciar em 15 março e com inscrições abertas.


PROJETO ERASMUS IP – IP PROMAND

O sucesso da colaboração da participação do DICT nos projetos Miss LOGO e IP WISDOM originou o convite para a participação num novo projeto IP, a iniciar em 2014, na área da Programação de Aplicações Móveis para o Sistema Android. O objetivo deste projeto é proporcionar aos participantes conhecimentos relativos às especificações Android e princípios básicos de desenvolvimento de aplicações para esta plataforma, com o foco na utilização das mesmas pelas empresas. Ao participar neste Programa Intensivo, os estudantes vão não só adquirir competências em programação, mas também sobre a forma como estas podem ser úteis em ambiente empresarial. As competências adquiridas durante o programa vão ajudar os participantes a compreender melhor as necessidades das empresas, com especial destaque para o desenvolvimento de TI. Esta participação poderá enriquecer a formação dos estudantes do DICT, já coberta nesta área pelos planos de estudos dos nossos cursos, assim como permitir-lhes uma experiência multicultural.


PROJETO COMENIUS - Future ICTWAYS

A UPT integra, desde Outubro, o Projeto “Future ICTWays”, um projeto Comenius financiado pela Comissão Europeia através do Programa Lifelong Learning. Este projeto tem como principal objetivo traçar um guia de implementação / utilização de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no Ensino Primário, Básico e Secundário, a fim de avaliar a sua utilização, com o intuito de encontrar as melhores práticas de utilização das TIC nos processos de ensino-aprendizagem. Em particular, vai concentrar-se na procura de boas práticas na aplicação das tecnologias no ensino-aprendizagem das Ciências, Matemática e TIC.

O projeto conta com 10 parceiros internacionais, nomeadamente instituições de ensino superior e secundário, com liderança do ISEP Porto. Outros parceiros para além da UPT são a Universidade de VIGO, a Universidade de Vilnius, TECNALIA, ACCORD, Cordia e IKAROS, instituições privadas com experiência alargada e vasta relação com as escolas no uso das tecnologias.

Nos dias 24 e 25 de Janeiro realizou-se a primeira reunião do projeto, no Porto, nas instalações do ISEP e da UPT.

No dia 24 da parte da manhã, no ISEP, foi feita a apresentação da rede do projeto, objetivos, resultados esperados e o cronograma de actividades. De seguida, o almoço decorreu na UPT e, ainda nesta instituição, foi realizada uma reunião à tarde, em que foi debatido como será realizada a especificação e desenho da Comunidade Prática do projeto ICTWays.
 

 


Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.