Como chegar
|
Contactos

Newsletter DPE, setembro 2015

Ano 2, número especial, setembro 2015

Ficha Técnica
Diretora: Cristina Costa Lobo
Coordenação editorial: Manuela Barreto Nunes
Colaboram neste número: Marta Abelha, Cristina Costa Lobo, Eusébio André Machado, Filipa Marinho, Manuela Barreto Nunes, Ana Santos, Ana Micaela Medeiros
 

 

 

 

Sumário

Editorial

Tema do mês

Conhecer o DPE

Utilidades

Investigação

Biblioteca Geral: Novidades

 

 

Editorial

 

Cristina Costa Lobo

Diretora do Departamento de Psicologia e Educação

 

 

Ao longo do ano letivo de 2014/15 o Departamento de Psicologia e Educação encetou um caminho de mudança, buscando definir estratégias que permitam adequar os ciclos de estudos que integra, as linhas de investigação que coordena e o corpo docente e de investigadores que lhe dá corpo e alma às exigências de qualidade e inovação que caraterizam a Academia contemporânea.

E como é do futuro que tratamos, para o ano letivo de 2015/16, o Departamento de Psicologia e Educação, em consonância com a Reitoria, assume a necessidade de vir a submeter, com êxito, uma proposta de oferta de 3º ciclo de estudos, na área da Psicologia. Nesse sentido, e dentro dos campos próprios à Psicologia, abre-se a possibilidade de construir um projeto forte em Neuropsicologia, suportado num Centro de I&D de Madrid, centro esse com prestígio internacional, e num Centro próprio da UPT, atualmente em criação, perspetivado com base numa rede internacional.

Também na área da Educação será reformulada a formação, no sentido da melhoria da qualidade e adequação dos cursos existentes, garantindo que o Departamento sairá vencedor do novo período de acreditação que se se avizinha.

O Departamento de Psicologia e Educação propõe-se, nesta nova fase, com determinação e contando com o apoio dos seus docentes e estudantes, bem como dos setores mais dinâmicos da família UPT, evoluir na senda da investigação e do desenvolvimento ancorados em sólidos valores científicos e numa visão de inovação que são exigência do mundo contemporâneo.

Um Departamento mais forte contribuirá, certamente, para uma Universidade mais forte, esta nossa Portucalense que, em conjunto, todos desejamos cada vez com maior visibilidade, prestígio e líder na promoção do conhecimento e da ciência, a nível não apenas regional, mas nacional e internacional.

Esta é a nossa ambição, este é o caminho que seguiremos, com solidariedade e rigor. São bem-vindos todos os que connosco queiram caminhar. E, nesta edição especial do início do ano letivo, são especialmente bem-vindos os novos docentes e alunos que virão seguramente enriquecer e tornar mais forte o nosso Departamento.

 

 

Tema do Mês:

Descentralização e municipalização das escolas: um debate realizado na UPT

 

 Marta Abelha

Docente do Departamento de Psicologia e Educação

 

 

 

 

Eusébio André Machado

Docente do Departamento de Psicologia e Educação

As questões da descentralização e, mais concretamente, da municipalização entraram na ordem do dia e representam, atualmente, uma preocupação de todos os intervenientes face às mudanças que se avizinham relativamente ao governo das escolas e do sistema educativo. 

É sabido que há a intenção do poder político levar a cabo, mesmo que com carácter experimental, um conjunto de mudanças que pretendem conferir à escala local e aos municípios maior protagonismo na gestão das escolas, nomeadamente na gestão dos recursos humanos (docentes) e do currículo.

Foi neste contexto que se realizou, no passado dia 18 de abril, nas instalações da Universidade Portucalense, um seminário intitulado “Descentralização e municipalização: que desafios para a autonomia das escolas e dos professores” que resultou de uma iniciativa conjunta do Conselho Científico da Associação Nacional de Professores e o Departamento de Psicologia e Educação.

Contando com presença de vários intervenientes e decisores políticos, desde autarcas até diretores, o Seminário relevou, como ficou bem patente nas intervenções do Professor Doutor António Cândido Oliveira (Universidade do Minho) e do Professor Doutor João Barroso (Universidade de Lisboa), a necessidade de uma reflexão profunda e participada sobre as iniciativas políticas em causa e a importância de inscrever estes processos numa lógica de reforço da democracia e das instâncias de participação cívica. 

Este seminário sublinhou, ainda, a premência do desenvolvimento de dispositivos de formação dos diversos agentes educativos, em particular dos professores e dos agentes autárquicos, nas áreas da gestão, currículo, supervisão ou avaliação. Trata-se de um desafio que cumpre ao Ensino Superior abraçar, num diálogo com os atores e as organizações locais, permitindo a conceção e a realização de ações de formação que confiram competências e conhecimentos aos diversos interessados.

O Departamento de Psicologia e Educação ambiciona, deste modo, estar na linha da frente na concretização deste grande desafio que se coloca aos professores enquanto agentes educativos por excelência.

 

 

 

 

Conhecer o DPE

O NEP UPT

 

 Ana Micaela Medeiros

 Aluna do 2º Ciclo de Psicologia

O Núcleo de Estudantes de Psicologia da Universidade Portucalense (NEP UPT) foi criado em 2010 e nasceu da ambição de dinamizar atividades do 1º e 2º ciclo de estudos em Psicologia, nos âmbitos curriculares e extra curriculares. 

O NEP UPT tem como objetivo contribuir para a promoção, dinamização e valorização dos cursos de Psicologia, bem como representar os interesses dos alunos destes cursos. 

Para a concretização deste objetivo, o NEP UPT propõe-se a: 

a)Cooperar com os diversos órgãos existentes na Universidade Portucalense;

b)Promover e dinamizar atividades relacionadas com o 1º e/ou 2º ciclos de estudos em Psicologia, nos âmbitos curriculares e extra curriculares, como meio de fomentar uma maior proatividade dos alunos de Psicologia da UPT. São exemplos dessas atividades: palestras, workshops, tertúlias, debates e visitas de estudo que se considerem pertinentes na área da Psicologia;

c)Promover e apoiar as iniciativas que visam fomentar a empregabilidade para os estudantes diplomados em Psicologia pela UPT;

d)Representar os alunos do 1º e/ou 2º ciclos em Psicologia junto de órgãos científicos e de gestão da UPT, sempre que a sua participação seja solicitada;

e)Desenvolver relações externas e internas, ligadas à área da Psicologia;

f)Fomentar a rede de contactos com os ex-alunos;

g)Colaborar na divulgação e promoção dos cursos de Psicologia da UPT;

h)Representar o curso de Psicologia em reuniões / encontros com grupos semelhantes; 

i)Promover o intercâmbio cultural entre grupos estudantis com génese nacional e internacional. 

 

Mais do que o resultado do trabalho daqueles que neste momento o dirigem, o NEP UPT será sempre a expressão de vontade e de empenho dos que elegeram a Psicologia como área de conhecimento e a UPT como instituição privilegiada para o adquirir. 

O NEP UPT é constituído por atuais e antigos estudantes do 1.º e 2.º ciclo de estudos de Psicologia da UPT. As atividades são desenvolvidas em conjunto com o Docente Mentor do NEP UPT, em estreita colaboração com a coordenação dos ciclos de estudo em Psicologia e com a Direção do Departamento de Psicologia e Educação. 

 

O NEP UPT tem desenvolvido iniciativas com elevado sucesso. Destacam-se a Semana da Psicologia, Encontros Científicos, Ciclos de Conferências, Aulas Abertas, participação em eventos internos e externos à UPT, acolhimento intencional e estruturado aos novos alunos de Psicologia no início de cada ano letivo, divulgação de iniciativas de mobilidade internacional, divulgações de eventos, e sessões de apresentação e divulgação de iniciativas internas e externas à UPT.

Sejam pois bem-vindos os novos alunos: esta é a partir de agora a vossa casa, e convosco desenvolveremos mais e melhores iniciativas para o sucesso de todos.

 

 

Utilidades

Abertura do ano letivo (1.º ciclo, 2.º ano e seguintes): 9 de Setembro

Abertura do ano letivo (1.º ciclo, 1.º ano): 16 de Setembro

Investigação

Call for papers

Revista Portuguesa de Pedagogia (Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra) . Número temático sobre "Educação e Formação de Adultos". Mais informação: http://www.uc.pt/fpce/rppedagogia/normas

The Educational Forum (Taylor & Francis Online) is seeking articles for its Fall 2016 themed issue,“Teaching and Learning Teacher Research”. Teacher research, practitioner inquiry, and other related forms of classroom and school-focused research are rarely taught, learned, or lived in isolation. In highlighting the interactive complexity of classroom life, such research often necessitates collaboration and shared learning among teachers, students, and other members of the educational community. However, very little has been written abouthow these connected and reflective dimensions are taught, learned, and lived.

Consulting Psychology Journal: Practice and Research® (APA). General call for papers (no submission deadline): http://www.apa.org/pubs/journals/cpb/index.aspx

Couple and Family Psychology® (APA). Current Topics in Couple and Family Psychology (no submission deadline)

Journal of Neuroscience, Psychology, and Economics® (APA). General call for papers (no submission deadline). The Journal of Neuroscience, Psychology, and Economics® is the first peer-reviewed scholarly journal focused on publishing original research in neuroeconomics, a field that resides at the interface of neuroscience, psychology, business and economic sciences.

Psychology of Consciousness: Theory, Research, and Practice® (APA). General call for papers (no submission deadline). Psychology of Consciousness: Theory, Research, and Practice is a cross-disciplinary journal that encompasses neuroscience, social, cognitive, experimental, and clinical psychology. It publishes articles on theory, research, methodology, and clinical applications related to the psychology of consciousness.

Training and Education in Professional Psychology (APA). Innovative and Creative Training Strategies (no submission deadline). The editorial team seeks brief manuscript submissions that report on innovative and creative strategies and implementation for education and training, including reports from doctoral, internship and postdoctoral programs.

Novas entradas no Repositório UPT

(Consultar entradas em http://repositorio.uportu.pt/dspace/)

Abelha, M., Martins, I., Costa, N., & Roldão, M. (2008). O Ensino das Ciências no contexto da Reorganização Curricular do Ensino Básico: do discurso às práticas e vice-versa. In Atas do Colóquio “Da Investigação à Prática: Interações e Debates” (pp. 206-216). Aveiro: Universidade. ISBN 978-972-789-253-2. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/987).

Albuquerque, A. S. (2001). As elites portuenses na administração municipal: 1ª metade de Setecentos. Revista de Ciências Históricas, 16, 47-55. Porto: Universidade Portucalense. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1146).

Albuquerque, A. S. (2003). Representatividade e Poder das elites sociais portuenses no século XVIII. In 2º Colóquio sobre a história Social das Elites [CD-ROM], ICS, Lisboa, 13-15 Nov.2003. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1150).

Albuquerque, A. S. (2004). A edilidade portuense e o Vinho do Douro. In III Simpósio da Associação Internacional de História e Civilização da Vinha e do Vinho: actas, Funchal, 5-8 Out.2003 (vol. 1, pp. 137-153). Região Autónoma da Madeira: CEHA. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1189).

Albuquerque, A. S. (2004). Real Companhia Velha e Câmara Municipal do Porto: um século de direcção comum (1756-1855). Douro: Estudos e Documentos, 17, vol. 1, 135-159. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1149).

Albuquerque, A. S. (2006). A luta pela conquista dos mercados internos de vinho no século XVII: um exemplo ocorrido na Corte. In II Seminário Internacional de História do vinho: Actas, CEHA, Funchal, 02-07 Set.2006 (pp. 167-177). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1148).

Albuquerque, A. S. (2009). Elites portuenses no século XVIII: Misericórdia, Câmara Municipal e Companhia das Vinhas do Alto Douro. In I Congresso Histórico da Santa Casa da Misericórdia do Porto “A solidariedade nos Séculos: A Confraternidade e as obras" (pp. 293-308). Porto: S.C.M.P. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1190).

Albuquerque, A. S. (2012). Filantropia: Da relevância dos legados para a obra social das Misericórdias. In Culto, Cultura, Caridade: Actas do II Congresso de História da Santa Casa da Misericórdia do Porto, 28-29 jun.2012 (pp. 363-374). Porto: S.C.M.P. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1191).

Albuquerque, A. S. (2012). A Barra do Douro no século XVIII. In Seminário Internacional “Caminhos da água: Paisagens e usos na longa duração” (pp. 253-265). Braga: CITCEM: Universidade do Minho. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1151).

Araújo, M. X. (2011). Trajectórias de recuperação da anorexia nervosa: narrativas de ex-pacientes e seus familiares. (Dissertação de Mestrado), Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, Universidade do Porto. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1180).

Araújo, M. X., & Henriques, M.R. (2011). Que “diferença faz a diferença” na recuperação da anorexia nervosa? Revista de Psiquiatria Clínica, 38 (2), 71-76. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1179).

Araújo, M. X., Henriques, M. R., Brandão, I., & Roma Torres, A. (2012). Heróis, vítimas e vilões: discursos sobre a Anorexia Nervosa. Psicologia & Sociedade, 24 (2), 472-483. doi.org/10.1590/S0102-71822012000200025. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1177).

Araújo, M. X., Henriques, M.R., Brandão, I., & Roma Torres, A. (2013). Risk Factors in the Development of Anorexia Nervosa according to Young Former Patients. Atención Primária, 45 (Espec. Cong. 1), 101. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1178).

Coelho, M. D. S. (2014). Acompanhamento psicológico e consumo de antidepressivos em contexto dos cuidados de saúde primários. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1071).

Bento, C. M. P. (2014). Orientação e mobilidade para a bengala usar aprender e ensinar. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1089).

Conde, A., & Figueiredo, B. (2014). 24-h urinary free cortisol from mid-pregnancy to 3-months postpartum: Gender and parity differences and effects. Psychoneuroendocrinology, 50, 264-273. http://dx.doi.org/10.1016/j.psyneuen.2014.08.013. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1140).

Costa, N., et al. (2008). O Laboratório de Avaliação da Qualidade Educativa da Universidade de Aveiro: Da sua caracterização à ilustração de estudos realizados sobre avaliação do impacte de cursos de Mestrado no desenvolvimento profissional de professores de ciências. In M. Alves, E. Machado, J. Fernandes, S. Correia (Org.), Atas do seminário de Avaliação: Contributo de investigação para as práticas quotidianas de desenvolvimento curricular das escolas (pp. 325-343). Braga: Universidade do Minho. ISBN 978-972-8746-60-5. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/989).

Eiras, L.  A. F. (2014). O ensino da História e da Geografia: uma experiência com alunos do 7º e 8º ano. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/993).

Faria, N. F. C. (2014). A observação de aulas enquanto dispositivo promotor do desenvolvimento pessoal e profissional do professor. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1110).

Ferraz, H., Enes, D., Neves, T., & Nata, G. (2014). O impacto do programa TEIP nos resultados dos exames nacionais ao longo de 12 Anos. In B. P. Melo, A. M Diogo,? M. Ferreira,? J. T. Lopes, & E. E. Gomes (Eds.), Entre crise e euforia: práticas e políticas educativas no Brasil e em Portugal (pp. 1281- 1307). Porto: Faculdade de Letras da Universidade do Porto. ISBN: 978-989-8648-40-2. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1141).

Ferreira, A. T. (2013). A perceção da gestão de recursos humanos em PME. Revista de Atas da Conferência Investigação e Intervenção em Recursos Humanos (pp. 77), Vila do Conde. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1173).

Ferreira, A. T. (2013). Perceção individual sobre a gestão de recursos humanos. In Revista das Atas da Conferência Investigação e Intervenção em Recursos Humanos (p. 109). Vila do Conde. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1174).

Ferreira, A. T., Keating, J., & Silva, I. (2013). Em busca das dimensões que compõem a percepção do sistema de gestão de recursos humanos: desenvolvimento e validação de um instrumento. In M. Calheiros, A. Pereira, P. Vagos, I. Direito, M. Garrido, & D. Lopes, (pp. 177). Aveiro: Associação Portuguesa de Psicologia. ISBN 978-989-96606-2-5. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1175).

Ferreira, A. T., Keating, J., & Silva, I. (2013). Human Resource Management and Affective Commitment: Manager-subordinate organizational trust as moderator. In M. Calheiros, A. Pereira, P. Vagos, I. Direito, M. Garrido, & D. Lopes (pp. 177-178). Aveiro: Associação Portuguesa de Psicologia. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1176).

Ferreira, A. T., Keating, J., & Silva, I. (2013). Moving towards the future: The impact of Organizational Structure and Organizational Trust. In Gracia, E., & Ramos, J., Trust among members and organizational representatives in organizations. Germany: EAWOP - European Association of Work and Organizational Psychology. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1171).

Ferreira, A. T., Keating, J., & Silva, I. (2013). Human resource management system perception: A validation of the model. Imagine the future world. How do we want to work tomorrow? In G. Hertel, C. Binnewies, K. Stefan, K. Holling, & M. Kleinmann, Imagine the future world: How do we want to work tomorrow? (pp. 359). Munster. Germany: EAWOP - European Association of Work and Organizational Psychology. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1172).

Ferreira, M., Martins, I., & Abelha, M. (2010). Políticas de currículo para o ensino da disciplina escolar de Ciências: aproximações e distanciamentos entre Portugal e Brasil. In M. L.Tura, & C. Leite (Orgs.), Questões de currículo e trabalho docente (pp. 213-232). Rio de Janeiro: Quartet. ISBN 978-85-7812-042-9. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1016).

Formosinho, M., & Boavida, J. (2013). Los valores y la crisis en la educación. In S. Peiró i Gregòri, Los valores en la educación: modelos, procedimientos y técnicas (pp. 31-49). Madrid: Editorial Dykinson. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1153).

Formosinho, M. (2013). Crise na educação: Dilemas e desafios. In M. Formosinho, J. Boavida, & M. H. Damião, Educação: Perspetivas e desafios (pp. 101-124). Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1155).

Formosinho, M., Formosinho, S., & Reis, C. (2014). Science legitimacy and the postmodern condition of knowledge. International Journal of Human Sciences, 11 (1), 427-447. doi: 10.14687/ijhs.v11i1.2776. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1156).

Formosinho, M., Day, J. M., Jesus, P., & Reis, C. S. (2014). Revisiting the foundations of constructivim: the ethical and theological groundwork of Paiget’s early psychopedagogical thought. Teoría de la Educación: Revista interuniversitaria, 26 (2), 25-41. doi: http://dx.doi.org/10.14201/teored20142612541. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1157).

Huet, I., Baptista, A.V., Costa, N., Jenkins, A., & Abelha, M. (2009). Evaluation of Undergraduate Students’ Involvement in Research Projects. The International Journal of Learning, 16 (9), 575-588. ISSN 1447-9494. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/990).

Guimarães, D. (2014). A participação dos professores na construção do projecto educativo de escola: um estudo na área escola. (Tese de Doutoramento). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1060).

Gomes, C. E. (2014). Idosos em cuidados continuados integrados: Distrito de Bragança: Utentes das ULDM. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1061).

Gonçalves, P.A.R. (2014). eBook como um dispositivo pedagógico no ensino e na aprendizagem da biologia e da geologia: Um estudo com alunos do 11.º ano. (Tese de Doutoramento). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1066).

Magalhães, S. (2014). A escola e as necessidades das famílias com paralesia cerebral e distúrbios comunicacionais associados. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1064).

Marcos, A., Machado, E., & Abelha, M. (2014). Effect(s) of teacher evaluation on collaborative practices: induction or inhibition? Procedia: Social and behavioral sciences, 174 (2015), 3674 –3680. doi: 10.1016/j.sbspro.2015.01.1090. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1127).

Marcos, A. L. R. (2013). Lógicas de supervisão pedagógica em contexto de avaliação de desempenho docente. (Tese de Doutoramento). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1073).

Martins, I., Abelha, M., Costa, N., & Roldão, M.C. (2006). Physical and natural sciences curriculum and teachers' professional culture: conceptions and practices. In  A. Breda, R. Duarte, & M. Martins (eds), Proceedings of the International Conference in Mathematics, Sciences and Science Education, Aveiro, 11-14 jun.2006 (pp. 66-77). Aveiro: Universidade. ISBN 972-789-187-X. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/986).

Martins, S. A. C. (2015). Tecnologias de informação, literacia de bibliotecas do ensino superior da área Metropolitana do Porto. (Tese de Doutoramento). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1111).

Morim, C. G. S. C. (2014). Vinculação e adição: Narrativas de indivíduos aditos. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1072).

Nata, G. (2011). Imigrantes e o sistema de justiça: factos e preconceitos. In G. Jólluskin, & A. Sacau (Eds.), A Justiça em Análise: Aspectos jurídicos, sociais e psicológicos do cumprimento das penas (pp. 17-26). Porto: Edições da Universidade Fernando Pessoa. ISBN 978-989-643-080-1. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1142).

Nata, G., & Menezes, I. (2010). Ciclo de vida e atitudes perante a vida: Satisfação com a vida, religiosidades e redes de relações sociais. In M. Pais, J. & V. S. Ferreira, (Eds.), Tempos e transições de vida. Portugal ao espelho da Europa (pp. 213-250). Lisboa: ICS. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1143).

Nata, G. (2011). Diferença Cultural e Democracia: Identidade, cidadania e tolerância na relação entre maioria e minorias. (Colecção Teses sobre Imigração e Diálogo Intercultural, vol. 35). Lisboa: ACIDI. ISBN 978-989-685-040-1. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1145).

Neves, T., Pereira, M. J., & Nata, G. (2012). One dimensional school rankings: A non-neutral device that conceals and naturalizes inequalities. International journal of School Disaffection, 9 (1) 7-22. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1138).

Neves, T., Pereira, M. J., Nata, G. (2014). Head teachers’ perceptions of secondary school rankings: Their nature, media coverage, and impact on schools and the educational arena. Education as Change, 18(2), 211-225. doi: 10.1080/16823206.2014.926829. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1137).

Nogueira, P., & Abelha, M. (2014). Trabalho colaborativo docente no ensino das Ciências. In A. Lopes, M. Cavalcante, D. Oliveira, & A. Hypólito (Orgs.) Trabalho Docente e Formação: Políticas, Práticas e Investigação: Pontes para a mudança, Atas do II Encontro Luso-Brasileiro Trabalho Docente e Formação, (pp. 148-158). Porto: CIIE – Centro de Investigação e Intervenção Educativas. ISBN 978-989-8471-13-0. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1126).

Nunes, M. B., Pedrosa, M., Van Zeler, M., Gouveia, J. (2012). Biblioterapia de desenvolvimento, gestão das emoções e pensamento crítico: Uma estratégia de intervenção para as bibliotecas escolares. In 11.º Congresso Nacional de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas, Lisboa, 18-20 Out. 2012. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/982).

Nunes, M. B. (2012). A gestão da decisão em bibliotecas académicas. In J. S. Alves & A. M. S. Neto, A Decisão: Percursos e Contextos (pp. 173-179). [S.l.]: Euedito. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1114).

Nunes, M. B., & Abelha, M. (2015). The Portuguese Online Knowledge Library (B-on): A year of academic research at Portucalense University. Procedia - Social and Behavioral Sciences, 174, 3186–3193. doi:10.1016/j.sbspro.2015.01.1060. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1113).

Oliveira, V. I. A. (2014). O impacto da satisfação política e proteção social na satisfação com a vida em Portugal e Suécia: Um estudo com base no European Social Survey. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1070).

Pereira, M. J., Neves, T., Nata, G., & Teixeira, P. (2011). Rankings escolares e desigualdades. In A. B. Lozano, A. P. Rioboo, B. D. Silva, J. C. Blanco, L. A. Almeida, M. P. Uzquiano, Libro de actas do XI Congreso Internacional Galego-portugués de Psicopedagoxía (pp.3293-3302). A Coruña: Universidade da Coruña. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1144).

Pinto, R. A. B. (2014). A criança multideficiente e a sua inclusão na sala do Ensino Regular. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1059).

Pombo, L., Abelha, M., Caixinha, H., Marques, L., & Costa, N. (2007). Formação contínua de professores de Ciências: de uma abordagem presencial para um contexto online. In J. Lopes, J. Cravino (eds.), Atas do XII Encontro Nacional de Educação em Ciências: Relatos de práticas: A voz dos atores da educação em Ciência em Portugal (pp. 98-101). Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. ISBN 978-972-669-837-1. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/988).

Pombo, L., Smith, M., Abelha, M., Caixinha, H., & Costa, N. (2012). Evaluating an online e-module for Portuguese primary teachers: trainees’ perceptions. Technology, Pedagogy and Education, 21 (1), 21-36. doi.org/10.1080/1475939X.2011.589156. ISSN 1475-939X. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense. http://hdl.handle.net/11328/1022).

Reis, C. S., & Formosinho, M. (2014). Alternative ways of addressing philosophy for children. In International Network of Philosophers of Education: 14th Biennial Conference “Old and new generations in the 21st century: Shifting landscapes of education”, Itália, Cosenza, 20-23 Aug.2014 (pp. 505-508). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1186).

Reis, C. S., Formosinho, M., & Ferreira, E. (2014). Entrepreneurship education and problem bases learning. In J. Gijón Puerta, P. García Sempere (coords.), Book of Papers: Conference on Enabling Teachers for Entrepreneurship Education (ENTENP2014) (pp. 39-47). Granada: Editorial Universidad de Granada. ISBN 978-84-338-5697-5. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1187).

Reis, C. S., & Formosinho, M. (2013). Desafios metamodernos da filosofia da educação. Revista Egitania Sciencia, 14, 30-45. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1158).

Rocha, J.R.M. (2014). A eficácia a longo prazo dos antidepressivos na depressão: revisão sistemática. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1065).

Rocha, M., & Mota, C. P. (2015). Família(s) e vinculação. In O.M. Fernandes, & C. Maia (coords.), A família portuguesa no século XXI (pp. 149-156). Lisboa: Parsifal. ISBN 9789898760074. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1078).

Rodrigues, J. P. S. M. P. (2013). Em busca das perceções da relevância do corpo docente na administração e gestão das escolas públicas em Portugal. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/960).

Ruiz-Robedillo, N., Canário, Catarina, Dias, C. C., Figueiredo, B., & Moya-Albiol, L. (2015). Sleep during the third trimester of pregnancy: the role of depression and anxiety. Psychology, Health & Medicine, 26, 1-6. doi:10.1080/13548506.2015.1017508. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1116).

Santos, N. R. A. G. (2014). O papel do Professor face à Dislexia. (Dissertação de Mestrado). Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1063).

Sousa, J., Silva, C., Pacheco, E., Moura, M., Araújo, M., & Fabela, S. (2005). Acidentes de Trabalho e Doenças Profissionais em Portugal: Impactos nos Trabalhadores e Famílias. In Estudos CPRG. V. N. Gaia: Colecção Estudos CRPG. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1181).

Sousa, J., Silva, C., Pacheco, E., Moura, M., Araújo, M., & Fabela, S. (2005). Acidentes de trabalho e doenças profissionais em Portugal: Impactos nos trabalhadores e famílias. Estudos CPRG. V. N. Gaia: Colecção Estudos CRPG. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1182).

Sousa, J., Silva, C., Pacheco, E., Moura, M., Araújo, M., & Fabela, S. (2005). Acidentes de trabalho e doenças Profissionais em Portugal: Riscos profissionais: Factores e desafios. Estudos CPRG. V. N. Gaia: Colecção Estudos CRPG. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1183).

Sousa, J., Silva, C., Pacheco, E., Moura, M., Araújo, M., & Fabela, S. (2005). Acidentes de trabalho e doenças profissionais em Portugal: Das práticas actuais aos novos desafios. Estudos CPRG. V. N. Gaia: Colecção Estudos CRPG. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1184).

Sousa, J., Silva, C., Pacheco, E., Moura, M., Araújo, M., & Fabela, S. (2005). Acidentes de trabalho e doenças profissionais em Portugal: Disability management: Uma nova perspectiva de gerir a doença, a incapacidade e a deficiência nas empresas. Estudos CPRG. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1185).

Tendais, I., Costa, R., Conde, A., & Figueiredo, B. (2014). Screening for depression and anxiety disorders from pregnancy to postpartum with the EPDS and STAI. The Spanish Journal of Psychology, 17 (e7). http://dx.doi.org/10.1017/sjp.2014.7. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1139).

Vinhais, P., & Abelha, M. (2014). Supervision and appraisal of foreign language teachers' performance. Procedia: Social and Behavioral Sciences, 174 (2015), 783-790. doi: 10.1016/j.sbspro.2015.01.615. Acedido em Repositório da Universidade Portucalense (http://hdl.handle.net/11328/1128). 

 

 

Biblioteca Geral: Novidades bibliográficos

(Consulte a disponibilidade destas e doutras obras em: http://catalogobib.uportu.pt/)

Afonso, N. (2014). Investigação naturalista em educação. Porto: Fundação Manuel Leão.

Agra, C. (dir.) (2012). A criminologia: um arquipélago interdisciplinar. Porto: Universidade do Porto Editorial.

Almeida, A. T., & Fernandes, N. (orgs.) (2010). Intervenção com crianças, jovens e famílias: estudos e práticas. Coimbra: Almedina.

American Psychiatric Association (2014). DSM-5: guia de referência rápida para os critérios de diagnóstico. 5.ª ed. Lisboa: Climepsi.

American Psychiatric Association (2014). DSM-5: manual de diagnóstico e estatística das perturbações mentais. 5.ª ed. Lisboa: Climepsi.

Azevedo, S., & Correia, F. (coords.) (2014). Educação e integração social: atas do 3.º Congresso Internacional de Educação Social. Porto: Fronteira do Caos Editores.

Briggs, A. R. J., Coleman, M., & Morrison, M. (eds.) (2012). Research methods in educational leadership and management. 3.ª ed. Los Angeles: Sage.

Calheiros, M. M., & Garrido, M. V. (dir.) (2014). Crianças em risco e perigo: contextos, investigação e intervenção. Lisboa: Sílabo.

Carpenter, B., et al. (2015). Engaging learners with complex learning difficulties and disabilities: a resource book for teachers and teaching assistants. New York: Routledge.

Carvalho, J. M. S. (2005). Organizações não lucrativas: aprendizagem organizacional, orientação de mercado, planeamento estratégico e desempenho. Lisboa: Sílabo.

Carvalho. M. I. (coord.) (2013). Serviço social no envelhecimento. Lisboa: Pactor.

Cheminais, R. (2015). Special educational needs for qualified and trainee teachers. 3.ª ed. New York: Routledge.

Correia, L. M. (2008). Inclusão e necessidades educativas especiais: um guia para educadores e professores. 2.ª ed. Porto: Porto Editora.

Cruz, O. (2013). Parentalidade. Porto: Livpsic.

Cunha, M. P., Rêgo, A., & Cardoso, C. (2007). Tempos modernos: uma história das organizações e da gestão. Lisboa: Sílabo.

Howitt, D., & Cramer, D. (2014). Introduction to research methods in psychology. 4.ª ed. Harlow: Pearson.

Instituto Português da Qualidade, & Biblioteca Nacional de Portugal (2015). Normas portuguesas de documentação e informação CT 7. Lisboa: Instituto Português da Qualidade.

Jackson, S., & Forbes, R. (2015). People under three: play, work and learning in a childcare setting. New York: Routledge.

Lambert, M. J. (ed.) (2013). Bergin and Garfield’s handbook of psychotherapy and behavior change. 6.ª ed. New York: John Wiley & Sons.

Leal, I. (2011). A entrevista psicológica: Técnica, teoria e clínica. 2.ª ed. Lisboa: Fim de Século.

Lisboa, J. (coord.), et al. (2011). Introdução à gestão de organizações. 3.ª ed. Lisboa: Vida Económica.

Lourenço, O. M. (2006). Psicologia de desenvolvimento moral: teoria, dados e implicações. 3.ª ed. Coimbra: Almedina.

Lourenço, O. M. (2014). Psicologia do desenvolvimento cognitivo: teoria, dados e implicações. Coimbra: Almedina.

Moreira, P., & Melo, A. (orgs.) (2005). Saúde mental: do tratamento à prevenção. Porto: Porto Editora.

Morgado, J. C. (2012). O estudo de caso na investigação em educação. Santo Tirso: De Facto Editores.

Neves, T. (2008). Entre educativo e penitenciário: etnografia de um centro de internamento de menores delinquentes. Porto: Afrontamento.

Pacheco, J. A. (2011). Discursos e lugares das competências em contextos de educação e formação. Porto: Porto Editora.

Paúl, C., & Ribeiro, O. (coords.) (2012). Manual de gerontologia: aspetos biocomportamentais, psicológicos e sociais do envelhecimento. Lisboa: Lidel.

Pérez Serrano, G. (2004). Cómo intervenir en personas mayores? Madrid: Dikinson.

Pérez Serrano, G. (2010). Pedagogía social, educación social: construcción cientifica e intervención práctica. 4.ª ed. Madrid: Nárcea

Robertis, C. (2011). Metodologia da intervenção em trabalho social. Porto: Porto Editora.

Savater, F., et al. (2010). O valor de educar, o valor de instruir. Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Silva, F. C. (2013). O futuro do estado social. Lisboa: Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Sternberg, R. J., & Kaufman, S. B. (2011). The Cambridge handbook of intelligence. Cambridge: Cambridge University Press.

Tabachnick, B. G., & Fidell, L. S. (2014). Using multivariate statistics. 6.ª ed. Harlow: Pearson.

Tuckman, B. W., & Harper, B. E. (2012). Conducting educational research. 6.ª ed. New York: Rowman & Littlefield Publishers.

Wechsler, D. (2009). WISC-III: escala de inteligência de Wechsler para crianças. 3.ª ed. Lisboa: CEGOC.

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.