Como chegar
|
Contactos

Newsletter DPE, julho 2014

Ano 1, nº 1, julho 2014

 

 

Ana Conde

Diretora de Departamento de Psicologia e Educação

Foi com muito gosto e empenho que aceitei o desafio de dirigir o novo departamento de Psicologia e Educação (DPE). Abraçar um projeto como este implica acreditar num futuro promissor para o mesmo, acreditar nas pessoas que o compõem e na sua capacidade de se superarem, acreditar no trabalho da equipa e na missão de todos os dias a motivar, incentivando um espírito comum, de entreajuda, lealdade e luta, mas também abrir mão de tempo, energia, tranquilidade e, eventualmente, de alguns desejos e opções pessoais. Como diretora do DPE afirmo convictamente estar disposta a tudo isto, em nome de uma missão que me agrada perseguir, a de contribuir para o crescimento do Departamento, das pessoas que o integram, dos alunos que dele beneficiam, da comunidade para a qual estará sempre voltado. E é minha convicção que o crescimento faz-se com exigência, com regras, com objetivos, mas também com apoio incondicional, com afeto e, acima de tudo, faz-se em equipa. Por tudo isto, nesta primeira newsletter deste novo departamento, envio uma mensagem especial de incentivo e reconhecimento a toda a equipa de docentes e discentes com os quais partilho a enorme vontade de fazer todos os dias ainda melhor.  

 

 

Utilidades

DPE: um jovem, mas já sólido departamento

O Departamento de Psicologia e Educação é composto por dois cursos de 1º Ciclo (Psicologia e Educação Social) e quatro de 2º Ciclo (Psicologia, Educação Especial, Administração e Gestão da Educação e Ciências da Educação), esperando-se para breve a abertura de um novo mestrado em Ensino da História. Conta com um corpo docente jovem, dinâmico, qualificado, com um elevado espírito de equipa. Recentemente reforçado com a entrada de novos docentes, o DPE orgulha-se de conciliar na equipa, docentes com currículos que aliam uma componente académica forte, marcada pela participação em projetos de investigação nacionais e internacionais e por um elevado número de publicações internacionais, com uma componente profissional enriquecida com experiências relevantes no mercado de trabalho que permitem assegurar, não só o rigor e a atualização científica, como também a ligação à prática que os estudantes tanto reivindicam e que tão necessária é para a formação de profissionais altamente motivados e qualificados.


 

 

Notícias

DPE: uma janela de diálogo circular entre toda a comunidade

A newsletter do DPE será publicada com periodicidade mensal e terá a particularidade de ser construída, não só pela comunidade docente, como também discente. Em cada mês, o Editorial será da responsabilidade de um docente, incumbido da missão de fazer circular um conjunto de informações relevantes, distribuídas pelas seguintes secções:

  • Utilidades (informações relativas às atividades letivas)
  • Eventos
  • Investigação (incluindo não só as publicações do corpo docente, como também a divulgação de novidades e descobertas nas áreas de Psicologia e Educação)
  • Recomendações de leitura (com informação básica sobre os livros recomendados e curiosidades)
  • Ligações úteis para sugestões de atividades a realizar
  • Novidades

 

 

Eventos

A constante troca de ideias do DPE

O DPE pretende manter no próximo ano letivo as iniciativas que permitiram trazer para junto da comunidade UPT vários especialistas em diferentes temáticas, no âmbito da Psicologia, da Educação e de outras áreas complementares do saber.

“Psicologia à Conversa”

O sucesso da iniciativa “Psicologia à Conversa”, organizada pelo Prof. Nuno Cravo Barata em parceria com o NEP, não deixa dúvidas sobre a necessidade de reedição para o próximo ano letivo. O Ciclo de Conferências «Psicologia à Conversa» visa contribuir para o esclarecimento de temas de vital importância a todos os profissionais e público em geral, que se dediquem ou se interessem pela temática da Psicologia. No ano letivo de 2013/2014, este ciclo permitiu o convite a mais de 12 especialistas, organizados em dez conferências.

Troca de Ideias entre Mestres a Meio Caminho do Mestrado 

A iniciativa Troca de Ideias entre Mestres a Meio Caminho do Mestrado conta já com cinco anos de edição. Especialistas de diferentes universidades são convidados a refletir com a comunidade docente e discente da UPT os projetos de investigação em curso dos estudantes do 2º ciclo de estudos em Psicologia, que realizam as suas dissertações de mestrado. Desta iniciativa têm resultado não só trocas de ideias e saberes como também novos projetos de investigação e sinergias interinstitucionais. No ano letivo que agora termina teve lugar no dia 5 de Fevereiro, incluindo cinco mesas de reflexão.


 

Investigação

DPE promove investigação de braços dados com as famílias e a comunidade envolvente

No seguimento do projeto científico e cultural da UPT, que visa “prosseguir uma política de investigação científica moderna e socialmente relevante” e “formar cidadãos responsáveis, capazes de se entregarem a ideais e a causas e de assumirem responsabilidades sociais”, o DPE definiu como principais eixos de investigação a pobreza e exclusão social, a intervenção comunitária e a parentalidade.

No primeiro eixo, o projeto de investigação Pobreza e Exclusão Social, liderado pelas Professoras Manuela d’Oliveira e Manuela Barreto Nunes, é baseado no projecto idêntico que está a ser levado a cabo no Reino Unido por um Consórcio de 7 universidades e duas unidades de investigação financiado pelo Economic and Social Research Council (ESRC), com as quais a Universidade Portucalense está a colaborar através da sua ligação à Universidade de Bristol. Tem como principal objetivo redefinir e caracterizar os conceitos de pobreza e de exclusão social no mundo desenvolvido e assim influenciar a redefinição das políticas sociais desenvolvidas pelos governos. Mais concretamente o projeto pretende aplicar técnicas de medição da pobreza e exclusão social em Portugal e simultaneamente avaliar os efeitos das recentes medidas de austeridade ao nível psicológico, familiar e comunitário.

 

No segundo eixo, o projeto de investigação da intervenção comunitária, encabeçado pelas Professoras Ana Conde e Maria Araújo, consiste na adaptação à realidade portuguesa da terapia comunitária sistémica integrativa, desenvolvida pelo Departamento de Saúde Comunitária da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Ceará sobre a coordenação do Prof. Doutor Adalberto Barreto. Este projeto pretende possibilitar a avaliação da eficácia da terapia comunitária face às necessidades crescentes que têm emergido em Portugal no quadro das crescentes desigualdades sociais e abarcar a possibilidade futura de realização de estudos transculturais sobre a capacidade de resiliência de grupos desfavorecidos.

 

No terceiro eixo, o projeto de investigação sobre a parentalidade e vinculação, encabeçado pelas Professoras Olívia de Carvalho e Magda Rocha, pretende englobar projetos de investigação-ação que avaliem a eficácia de programas de educação parental dirigidos a diferentes fases do desenvolvimento da criança e do jovem, nomeadamente a adolescência, tendo em conta os padrões de vinculação familiares e os impactos ao nível saúde mental dos indivíduos.

 

DPE em estreita ligação com instituições de saúde, de solidariedade,  de ação social e de educação

Com a preocupação constante de que o saber científico se repercuta na prática e vice-versa, o DPE assume como linha prioritária o estabelecimento de uma relação próxima e estreita com o mercado de trabalho. Neste sentido, está neste momento a desenvolver novos protocolos de colaboração com várias instituições de saúde, de solidariedade social e de educação, para além dos já existentes, nomeadamente com o Centro Hospitalar de S. João, através da Unidade de Neurocríticos; com o Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga, com a Liga Portuguesa contra o Cancro; com a APAV; com a Santa Casa da Misericórdia de Vila do Conde, com o Centro Social do Amial; com a Junta de freguesia de Paranhos; com a Escola Secundária Arquitecto Oliveira Ferreira de Arcozelo, entre outras. 

Áreas Científicas do DPE foram as que, em 2013, mais utilizaram a B-on

 

A área de Psicologia foi a que, em 2013, mais recorreu à consulta de publicações científicas em toda a Universidade Portucalense. As estatísticas de uso da B-on – Biblioteca do Conhecimento On-line – revelam que, do total de downloads de artigos efectuados pela comunidade académica (4.275), 1.516 correspondiam a revistas do campo da Psicologia, seguida da Educação e Educação Social, que totalizaram 459 downloads. Em resposta a um questionário elaborado pela Biblioteca-Geral, os docentes de Psicologia também revelaram ser os que mais utilizam a B-on como instrumento de apoio à actividade científica. Está pois de parabéns o DPE.

Recomendações de leitura

O Diário De Uma Boa Vizinha

Autor(a): Doris Lessing
Sinopse: Do ponto de vista literário, "O diário de uma boa vizinha" marca o regresso de Doris Lessing à uma temática mais "realista" das suas primeiras obras de ficçao e, também, um interessante recomeço. A figura central da trama é a inteligente editora Jane Somers, cuja ironia invade e anima cada página. Jane é uma jornalista ambiciosa preocupada com o sucesso, com as roupas e com o conforto, até que sua vida muda. O seu marido morre, e depois a mae. Compreendendo subitamente as suas verdadeiras deficiências, Jane começa a dedicar-se profundamente aos velhos e necessitados, tornando-se amiga íntima de uma velha senhora, Maudie, cuja vida foi toda marcada pela luta e pela pobreza.
O contraste entre as vidas das duas mulheres cria um leito para o difícil caminho do autoconhecimento. No fim de "O diário de uma boa vizinha", o futuro insinua-se quando Jill, uma mulher inteligente e decidida, como a própria Jane costumava ser, se muda para o seu apartamento e toma conta da sua vida. Agora, o ciclo de certo modo ameaça fechar-se, quando Jane passa a compreender os jovens tão pouco quanto antes compreendia os velhos...

 

O Cisne Negro, o Impacto do Altamente Improvável

Autor(a): Nassim Taleb

Sinopse: Um Cisne Negro é um acontecimento altamente improvável que reúne três características principais: é imprevisível; produz um enorme impacto; e, após a sua ocorrência, é arquitetada uma explicação que o faz parecer menos aleatório e mais previsível do que aquilo que é na realidade. O incrível êxito do YouTube é um Cisne Negro, assim como o 11 de Setembro. Por que razão não temos consciência do fenómeno dos cisnes negros antes da sua ocorrência? Parte da resposta, segundo Taleb, reside no facto de os seres humanos estarem absolutamente programados para aprender coisas específicas quando, pelo contrário, deveriam concentrar-se em generalidades. Somos, portanto, incapazes de avaliar verdadeiramente as oportunidades, demasiado vulneráveis ao impulso de simplificar, narrar e classificar, para além de não sermos suficientemente abertos para recompensarmos aqueles que conseguem imaginar o «impossível». Elegante, surpreendente e universal nas suas aplicações, "O Cisne Negro" irá mudar a sua forma de olhar para o mundo. Nassim Nicholas Taleb explica aqui tudo aquilo que sabemos acerca do que não sabemos e indica alguns truques admiravelmente simples para lidar com os cisnes negros e para beneficiar deles. O "Cisne Negro" constitui um marco – e é, ele próprio, um Cisne Negro.

Ligações Uteis

Manuela Barreto Nunes

Diretora da Biblioteca da UPT

 

Directory of Open Access Scholarly Journals in Education

O Education Research Global Observatory desenvolve um diretório completo e atualizado de revistas científicas com revisão por pares e em acesso aberto na área da Educação, disponível em: http://www.ergobservatory.info/ejdirectory.html.

APA Style Blog

O APA Style Blog apresenta-se como o parceiro oficial da 6.ª edição do Manual de Publicação da American Psycological Association e é alimentado por um grupo de especialistas que trabalham diariamente com esta norma, que é a adoptada pelo DPE para a publicação científica. A sua consulta resolve muitos dos problemas com que docentes, investigadores e alunos se deparam na preparação de trabalhos, artigos e relatórios de investigação. Está disponível, com atualizações semanais, aqui: http://blog.apastyle.org/apastyle/.

Novidades

 

Livros entrados na Biblioteca em Junho e Julho:

Fialho, J.; Silva, C. A.; Saragoça, J. (2013). - Formação profissional. Lisboa: Sílabo. - 208 p. ISBN 978-972-618-730-1

Thompson, B. (2008) - Foundations of behavioral statistics: an insight-based approach. New York [etc.]: Guilford Press. XII, 457 p. : il. ISBN 978-1-59385-840-7

Herrnstein, R. J.; Murray, C. (1996). The bell curve: intelligence and class structure in American life. New York [etc.]: A Free Press Paperbacks Book. XXVI, 872 p. ISBN 978-0-684-82429-1

Meehl, P. E. (2013). Clinical versus statistical prediction: a theoretical analysis and a review of the evidence. Minneapolis: University of Minnesota Press. 149 p. ISBN 978-0-9638784-9-6

Blass, T. (2004). The man who shocked the world: the life and legacy of Stanley Milgram. New York: Basic Books. XXIV, 368 p. ISBN 978-0-465-00807-0

Salsburg, D. (2001). The lady tasting tea: how statistics revolutionized science in the twentieth century. New York: Holt Paperback. XI, 340 p. ISBN 978-0-8050-7134-4

Aronson, J.; Aronson, E. (2012). Readings about the social animal. 11th ed. New York: Worth Publishers. XIV, 604 p. ISBN 1-4292-3342-7

Cain, D. J.; Seeman, J. (2001). Humanistic psychotherapies: handbook of research and practice. Washington: American Psychological Association. XXVIII, 701 p. ISBN 978-1-55798-787-7

 

Repositório UPT – a colecção do DPE

Com a divisão dos Departamentos, foi necessário reorganizar as comunidades que constituem o repositório institucional da Universidade Portucalense. Na nova comunidade “DPE” não estão ainda introduzidos todos os recursos que constavam da anterior comunidade “DCEP” (trabalho que estará concluído no próximo mês de Setembro), mas desde o mês de Maio e até meados de Julho, as suas coleções já receberam 514 visitas diretas. Todos os autores que depositem trabalhos no Repositório poderão consultar as estatísticas relativas às visualizações e downloads de cada recurso, adquirindo uma nova perspetiva sobre o alcance e visibilidade das suas próprias publicações.Para conhecer melhor o Repositório UPT, saber como fazer o auto-depósito de publicações e utilizar todas as suas potencialidades, recomenda-se a frequência da acção de formação que será realizada nos dias 8 e 17 de Setembro próximo, em horário alternativo (manhã ou tarde), conforme circular que foi enviada a todos os docentes.

Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.