Como chegar
|
Contactos
Saiba mais
sobre este curso
×

Licenciatura em Educação Social

Testemunho de aluna

A proposta do 1º ciclo em Educação Social integra-se numa dinâmica alargada decorrente do projecto de formação do Departamento de Psicologia e Educação da Universidade Portucalense Infante D. Henrique. Contando com o apoio de uma equipa de docentes e investigadores de reconhecido mérito académico e científico, este ciclo de estudos pretende, numa lógica de especialização progressiva, dotar os seus estudantes de um conjunto de competências científicas, técnicas e pessoais necessárias ao adequado desempenho da atividade profissional de educadores sociais.

 

No âmbito deste ciclo de estudos existem várias parcerias com instituições públicas e privadas. Com estas parcerias são desenvolvidos não só estágios, como também projetos de iniciação à investigação no âmbito de algumas unidades curriculares.

 

descarregar folheto

30 vagas totais para candidatura.

duração de 3 anos

Anúncio n.º 46/2017 in Diário da República, 2.ª série — N.º 64 — 30 de março de 2017

Coordenação:

 

Prof. Doutora Maria das Dores Formosinho Simões

 

Porquê escolher este curso?

Consagrando uma formação de cariz teórico-prático que congrega saberes disciplinares das áreas educativas e das ciências sociais e do comportamento, o presente ciclo de estudos pretende dar resposta aos anseios de dois grandes grupos de destinatários: os estudantes provindos do ensino secundário que pretendem adquirir uma formação superior especializada que lhes faculte o acesso ao mercado de trabalho, como educadores sociais, e os profissionais que pretendem uma qualificação académica que lhes permita desenvolver uma carreira relacionada com a educação e a intervenção social.

O que dizem os nossos alunos

Ana Rita Fernandes

Escolhi Educação Social na Universidade Portucalense porque este é um curso que alia a teoria e a prática, permitindo-nos ter uma visão abrangente do trabalho que um Educador Social realiza. Ingressei neste curso porque sempre tencionei trabalhar com jovens problemáticos e no meu 2ºano de curso vou já iniciar o meu estágio, trabalhando na área a que sempre aspirei. Temos um excelente corpo docente, sendo que valorizo muito a partilha fantástica que temos com os nossos colegas, e os projetos que realizamos em conjunto, com a ajuda dos professores. Por isso, se queres ser um Educador Social, junta-te a nós. Queremos que esta licenciatura ajude a mudar vidas!

Ana Rita Ferreira

2016 foi um ano repleto de decisões. De facto, não podia ter tomado a melhor decisão! Escolhi a Universidade Portucalense para me formar nos próximos anos. O meu primeiro ano, enquanto aluna da Licenciatura de Educação Social, foi enriquecedor, visto que tive à minha disposição várias ofertas e oportunidades. Uma das oportunidades foi bastante desafiante, uma vez que trabalhei como voluntária num Centro de Acolhimento de Refugiados da Bélgica. Esta experiência foi verdadeiramente motivante em termos pessoais e curriculares, porque pude aplicar diversos conhecimentos adquiridos durante o primeiro ano da Licenciatura. É certo que me canditarei novamente a voluntária e apelo a todos para que participem em iniciativas como esta. No meu segundo ano, irei estagiar num Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental, onde trabalharei com famílias em situações de vulnerabilidade. Um dos motivos de escolha do curso, nesta Universidade, foi conjugarem a vertente teórica com a vertente prática. A verdade é que me sinto realizada aqui , visto que estou a concretizar o meu sonho. Este curso foi a minha primeira opção e estou ainda mais motivada do que no meu primeiro dia. Se queres ser um agente de mudança social, junta-te a nós! Somos um grupo solidário e que te acolherá da melhor forma possível. Garanto-te que sairás desta Universidade, com bastantes projetos para a vida!

O que dizem os profissionais

    Jorge Pereira

Numa sociedade contemporânea em que vivemos, com muitas famílias vulneráveis socialmente, considero o educador social um profissional de extrema relevância numa equipa pluridisciplinar. Dentro daquilo que é a minha experiência profissional, de cerca de 18 anos, muito ligada à Psicologia do trabalho, social e das organizações, com mestrado na área da gestão das organizações do 3º setor, e conhecedor de muitos contextos socias desafiantes, no âmbito da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, Rendimento Social de Inserção, Centro de Apoio Familiar e Aconselhamento Parental, etc., reconheço o trabalho do educador social como sendo preponderante para os objetivos que pretendemos alcançar com estas famílias. A intervenção direta que o educador social faz com famílias de risco é fulcral porque trabalha comportamentos sociais inadaptados e procura capacitar as pessoas de competências pessoais, sociais e profissionais, por forma a que estas tenham maior autonomia na realização das suas tarefas diárias. Entendo que este profissional, com o apoio da equipa, vai contribuir de forma clara e evidente para a construção do projeto de vida das pessoas que fazem parte do agregado familiar, promovendo sempre a inclusão social, o bem-estar, a participação e a integração/ reintegração de todos os elementos, numa sociedade mais justa e inclusiva. Comparo o trabalho do educador social com um provérbio chinês “não dê o peixe, ensine a pescar”, isto é, o educador não faz, mas ensina a fazer.
Psicólogo Especialista em Psicologia do Trabalho, Social e das Organizações
Mestre em Gestão das Organizações do 3º Setor
Membro do Conselho de Administração da CERCIMARANTE

Verónica da Silva

Quando analisamos a sociedade em que vivemos, é perfeitamente claro, que o T.S. de Educação Social é um profissional no qual o seu exercício é fulcral junto de famílias em risco de exclusão social. É um técnico em que a sua capacidade de diagnóstico das situações é fundamental para detetar problemas da sociedade e por isso a sua integração numa equipa multidisciplinar é indispensável. Cada vez mais, e através das suas estratégias de intervenção educativa, o T. S. de Educação Social consegue promover a mudança, favorecendo a autonomia e o bem estar social. A partir de realidades concretas, conseguimos construir com os indivíduos os seus projetos de vida, e garantir uma sociedade inclusiva e promotora da igualdade. O T. S. de Educação Social valoriza cada indivíduo, cada grupo etário e promove a sua participação e inserção social, dotando cada indivíduo de estratégias que lhe permitem desenvolver as suas competências pessoais, sociais e profissionais.
Departamento Municipal de Educação do Porto

 

Saídas Profissionais

Atento às novas problemáticas sociais decorrentes de aceleradas transformações que ameaçam enfraquecer a coesão comunitária e fazer entrar em ruptura formas primárias de solidariedade, o educador social age, dentro da pluralidade de padrões normativos e vivenciais que integram o tecido social, para capacitar os sujeitos a recomporem formas cívicas mais participativas de ligação à sociedade. Neste enquadramento, e de forma a promover o desenvolvimento comunitário através da satisfação de necessidades formativas e informativas das populações, o educador social desempenha funções de formação, consultadoria, orientação, gestão e dinamização cultural em vários tipos de serviços. No âmbito destas várias funções, o educador social polariza a sua atividade para o apoio psicossocial e educativo a indivíduos e grupos em situação de risco ou particularmente vulnerabilizados por condições pessoais e sociais deficitárias, designadamente grupos de idosos, membros de minorias étnicas, desempregados com dificuldades de adaptação sócio-laboral, imigrantes, sujeitos portadores de deficiência, mulheres vitimas de violência conjugal, e outros em situação de rutura social. Como contextos de atividade profissional, apontam-se, entre outros, os seguintes:

Comissões de Protecção de Crianças e Jovens, Ludotecas e ATL, Equipas locais de intervenção, Lares comunitários de crianças e jovens, Lares de idosos, Centros de dia, Centros de acolhimento para vítimas de violência conjugal, Universidades sénior, Serviços de Formação ocupacional e Integração profissional, Estabelecimentos prisionais, Associações de animação cultural, Serviços de apoio familiar e comunitário, Programas comunitários de educação ambiental, Serviços de apoio a sujeitos portadores de deficiência, Serviços de reabilitação de toxicodependentes, Serviços de imigração, ONGS, IPSS, Programas e projetos de promoção da saúde.

Algumas saídas profissionais (Vídeos):

Objetivos

A qualidade formativa institui-se pelo desenvolvimento de um ambiente academicamente estimulante e favorável ao conhecimento e à inovação, que promove a autonomia de aprendizagem e a aquisição de competências, transversais e específicas, ajustadas ao perfil profissional. Para a concretização desse desiderato, e em consonância com as orientações da Direção do Departamento, a organização deste ciclo de estudos rege-se pelo novo paradigma de concepção do ensino superior, projetado para o espaço europeu e enquadrado numa lógica de valorização científica e desenvolvimento de competências que legitimem, nacional e internacionalmente, o perfil de formação adquirido. Nesta perspetiva, o curso estruturou-se segundo um conjunto de critérios e princípios curriculares que possibilitam que o licenciado fique capacitado para:

Objetivo 1: Fundamentar as bases conceptuais da Educação Social

Objetivo 2: Dominar princípios e estratégias de formação e intervenção socioeducativa

Objetivo 3: Aplicar as metodologias de investigação e desenvolver modalidades de avaliação de programas e projetos

Objetivo 4: Planificar e implementar programas de formação e intervenção social em âmbitos específicos

Objetivo 5: Atuar contextualmente e em conformidade com os princípios deontológicos da profissão.

Provas de ingresso

História, Geografia ou Português

Cursos de continuidade

Especializações:

1º ano curricular do Curso de Mestrado de Ciências da Educação - especialidade de Educação e Intervenção Sociocomunitária

Mestrados: Ciências da Educação - especialidade de Educação e Intervenção Sociocomunitária

Diploma ou certificado conferido

Este curso confere um total de 180 ECTS, atribuindo o grau de Licenciatura.

Investigação

Em correspondência com a missão específica do ensino universitário, tem vindo a ser atribuída uma importância crescente à investigação e ao contributo que a mesma pode dar para a inovação, não só no domínio tecnológico, mas também no que à dimensão social diz respeito. Por tal razão, assume-se, como núcleo axial do projeto educativo e científico-cultural da licenciatura em Educação Social, a iniciação progressiva dos estudantes em práticas de investigação e o estabelecimento de parcerias institucionais para fomentar a qualidade e relevância da produção heurística dos docentes afetos ao curso. Pretende-se, em larga medida, criar na comunidade estudantil hábitos e posturas inteletuais que os venham a motivar para a investigação.

Pretende-se, em larga medida, criar na comunidade estudantil hábitos e posturas inteletuais que os venham a motivar para a investigação.

Como linhas gerais de enquadramento das pesquisas promovidas no âmbito do curso, apontam-se as seguintes:

- Educação, Diversidade e Inclusão Psicossocial

- Educação e Promoção do Desenvolvimento

- Formação de Agentes Educativos

Projetos em curso

Os vários projetos desenvolvidos articulam-se em torno das linhas que foram definidas pelo NIDEPES e acima enunciadas.

Linha 1: Educação, Diversidade e Inclusão Psicossocial

1.1. Educação inclusiva e sucesso académico

1.2. Tecnologias educativas para a diversidade e inclusão

Linha 2: Educação e Promoção do Desenvolvimento

2.1. Intervenção Sócioeducativa e DesenvolvimentoComunitário

2.2. Cidadania, educação e valores

Linha 3: Formação de Agentes Educativos

3.1. Formação de Agentes Educativos e Culturas organizacionais

3.2. Modelos de Formação de Eduvadores Sociais

Contactos

Coordenação do Curso

l.educacaoSocial@upt.pt

Secretariado do Departamento - Drª Anabela Guimarães, 6º piso

Gabinete de Ingresso da UPT

Drª. Margaret Amorim

Drª. Cristina Miranda

Contactos Tlf: 225 572 222 / 23 Tlm: 969 773 967 Nº Verde 800 270 201

Email: ingresso@upt.pt

 

 

Parcerias

Ao abrigo do Programa Erasmus tem-se estabelecido um intercâmbio de estudantes e docentes com as seguintes universidades:

- Universidade Aberta da Catalunha

- Universidade Complutense de Madrid

- Universidade de Santiago de Compostela

- Universidade de Alicante

- Universidade de Granada

Plano de Estudos 2017/2018


1º Ano, 1º SemestreUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Métodos e Técnicas de Investigação I66060
Oficina de Língua Portuguesa3301545
Pedagogia Social54020262
Políticas de Ação Social5402060
Psicologia do Desenvolvimento5402060
Teoria da Educação66060

1º Ano, 2º SemestreUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Animação Cultural em Contextos Educativos4303060
Ética e Educação5100100
Métodos e Técnicas de Investigação II66060
Modelos de Intervenção Socioeducativa6303060
Sociedade da Informação e do Conhecimento3301545
Sociologia da Educação6303060

2º Ano, 1º SemestreUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Educação para a Saúde54545
Formação de Adultos5352560
Mediação Educacional4202545
Planeamento, Gestão e Avaliação de Projetos Sociais5301545
Psicologia Social56060

2º Ano, 2º SemestreUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Educação e Interculturalidade5301545
Educação e Processos de Comunicação5352560
Estratégias de Inclusão Social5352560
Intervenção nos Comportamentos Desviantes5402060
Serviços Culturais, Educação e Lazer4301545

2º Ano, AnualUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Estágio 1129090

3º Ano, 1º SemestreUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Deficiências e Construção dos Projetos de vida54545
Empreendedorismo54545
Intervenção Socioeducativa com Crianças e Jovens4202545
Pedagogia e Intervenção Familiar56060
Pedagogia Penitenciária e de Reinserção Social43015550

3º Ano, 2º SemestreUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Intervenção Socioeducativa para o Envelhecimento Ativo6253560
Organização e Gestão das Instituições Socioeducativas43030
Processos de Formação e Aquisição de Competências5352560
Psicologia das Organizações44545
Género e Educação4301040

3º Ano, AnualUnidade CurricularECTSTTPPLTCOTSEOTotal
Estágio 2149090

Nota: As UCs opcionais disponíveis serão definidas anualmente pela Direção do Departamento.

Corpo docente


DocenteEmail
Agostinho Barbosa Vieira Rodrigues Silvestreasilvestre@upt.pt
Alexandra Maria Dantas Castro Araujo Mendesamaraujo@upt.pt
Ana Albertina Fernandes Palheiros Condeanac@upt.pt
Ana Silvia Albuquerque de Oliveira Nunes Allegro de Magalhãesanan@upt.pt
Casimiro Jorge Ferreira Agueda de Azevedoca@upt.pt
Cristina Maria Paixão de Sousacristinas@upt.pt
Diana de Vallescar Palancadianap@upt.pt
Iris Martins Oliveirairis@upt.pt
Julio Manuel Faceira Guedesfaceira@upt.pt
Maria da Conceição Dias Leite Freitas dos Santoscsantos@upt.pt
Maria das Dores Formosinho Simõesmsimoes@upt.pt
Maria Isabel Calapez Cabrita Leal Serucaiseruca@upt.pt
Maria Joao da Silva Costa Ferreiramjoao@upt.pt
Maria João Perdigão Velezmvelez@upt.pt
Maria Manuela Barreto Nunes Lopes Estevesmnunes@upt.pt
Marta Cristina Lopes Abelhamabelha@upt.pt
Miguel Jorge Rodrigues de Magalhãesmiguelm@upt.pt
Olivia da Conceição Andrade de Carvalhoolivia@upt.pt
Pedro Manuel de Azevedo Silva Fernandespedrof@upt.pt
Pedro Ricardo da Nova Valentepvalente@upt.pt
Sandra Raquel Gonçalves Fernandessandraf@upt.pt
Sara Margarida Soares Ramos Fernandessarab@upt.pt
Sónia Rolland Sobralscrls@upt.pt
Este website usa cookies para funcionar melhor e medir a performance (Diretiva da União Europeia 2009/136/EC)
Por favor dispense alguns minutos para responder a umas perguntas rápidas sobre o nosso website.